Madeira dura como aço?

By Cristián Peters29 December 2021

Os materiais duros têm alta demanda em aplicações de construção, fato que se torna ainda mais presente quando se leva em consideração a escassez e o aumento dos preços de materiais como o aço.

É neste contexto que o endurecimento da madeira tem se tornado uma opção extremamente interessante, com menos impactos negativos e um custo potencialmente baixo. “Por meio de uma abordagem simples e eficaz, a madeira a granel natural pode ser processada em uma madeira endurecida (HW) com um aumento de 23 vezes na dureza”, explica um artigo da ScienceDirect, comentando o estudo realizado pelos pesquisadores. Bo Chen, Ulrich H Leiste, William L. Fourney, Yu Liu, Qiongyu Chen e Teng Li.

De acordo com o artigo, as aplicações da madeira endurecida podem ser variadas. “Uma faca de mesa HW pode ser quase três vezes mais afiada do que as facas de mesa comerciais. Um prego HW pode ser tão funcional quanto um prego de aço com desempenho comparável, mas é imune à ferrugem, um mecanismo de falha fundamental dos pregos de aço. Estas aplicações encorajadoras sugerem a promessa da HW como uma alternativa renovável de baixo custo aos materiais duros convencionais com potencial para substituir talheres de plástico e pregos de aço. “

Segundo o estudo, “as propriedades mecânicas do HW (por exemplo, a sua dureza) dependem da efetiva densificação da madeira em bruto (...) O grau de densificação da madeira em bruto está fortemente ligado à lignina retirada durante o processo processamento químico. Para otimizar as condições de processamento químico para maximizar a dureza HW, tratamos quimicamente a madeira bruta por três durações diferentes do processo de deslignificação ”, explica ele.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Um ponto fora da curva…
O Brasil, na contramão de muitos países que se viram seriamente afetados pela crise sanitária mundial, se estabelece dia após dia como potência econômica no que tange a indústria e tal propensão se fortalece com o número de obras que se difundem por todo território nacional.
Energia do futuro
Como grupos geradores e sistemas de armazenamento baseados em bateria podem substituir a energia a diesel.
Construção centro-americana
A pandemia e economias fortemente dependentes tornam a recuperação desta região mais complexa.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL