México indenizará consórcio do trem bala

By Fausto Oliveira10 November 2014

gerardo ruiz esparsa

gerardo ruiz esparsa

O governo do México anunciou que vai indenizar o consórcio que venceu a licitação revogada para a construção do primeiro trem bala da América Latina. O processo ficou sem valor depois que o presidente Enrique Peña Nieto decidiu anulá-lo por suspeitas levantadas pela sociedade.

Tudo aconteceu na semana passada. No dia 3 de novembro, foi informado que o consórcio liderado pela China Railway Construction Corporation e outras seis empresas tinha saído vencedor na licitação em que concorreu sozinho. O consórcio apresentou uma proposta econômica de cerca de US$ 4,32 bilhões, quando o orçamento original do governo era de cerca de US$ 3,75 bilhões.

A diferença para mais e suspeitas levantadas sobre possíveis ligações do consórcio com políticos mexicanos fizeram com que Peña Nieto decidisse três dias depois pela anulação do processo, que será reaberto.

Segundo o secretário de Comunicações e Transportes do país, Gerardo Ruiz Esparsa (foto), o novo processo tem objetivo de “dar tempo mais amplo para apresentação de ofertas”. O primeiro processo contou com muitas empresas interessadas, como Bombardier, Siemens e Alstom, mas elas acabaram por desistir de participar.

A Lei de Obras Públicas e Serviços Relacionados com as Mesmas, do México, estabelece que em casos assim – cancelamento de licitação sem assinatura de contrato – está previsto o pagamento de uma indenização ao consórcio pelos custos relacionados à formatação de sua proposta. Mas não estabelece o montante. Calcula-se que o Estado pagará às empresas menos de 1% do valor da licitação.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Movimento elétrico
Os tempos modernos trazem consigo inúmeras inovações. No artigo de Luciana Guimarães, a CLA revê algumas novidades sobre a terraplenagem.
Considerações sobre lança articulada
Orçamentos, tarefas específicas, detalhes técnicos são alguns dos aspectos a serem considerados na compra de uma plataforma
Acess M20: Para cima
Alguns podem considerar 2020 uma anomalia que dificilmente se repetirá. Quanto ao accessM20, também pode ser visto como um sinal dos tempos.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL