Link-Belt fala sobre manutenção dos equipamentos

By Cristián Peters04 March 2022

Vladimir Machado, especialista de produtos da Link-Belt Latin America, refere-se à correta manutenção de equipamentos pesados. A Link-Belt potencializa sua presença na região através de sua linha X3E.

Quais são os principais fatores considerados durante a manutenção do equipamento?

A Link-Belt vem trabalhando para facilitar a manutenção diária e programada dos equipamentos, e um dos pontos principais é fornecer acesso a todos os pontos de manutenção de rotina a partir do nível do solo.

Não existe uma receita ou lista, mas podemos considerar alguns fatores que auxiliam na manutenção de uma equipe. Em primeiro lugar, o que deve ser considerado é algo simples, mas muito importante: o conhecimento sobre o equipamento que está sendo operado. Para isso, temos os manuais de operação dentro da cabine, que trazem detalhes cruciais de segurança, operação e manutenção. Outro ponto é a relação custo-qualidade das peças de reposição, pois atualmente temos uma grande variedade de fornecedores e preços.

No entanto, o que deve ser observado é a vida útil das peças de reposição em relação ao preço. Isso porque muitas vezes a hora de uma máquina parada supera o custo de uma peça de reposição original, pois ela proporcionará maior disponibilidade mecânica do que uma peça de baixa qualidade.

Local de manutenção: aqui falamos das instalações, ferramentas e equipamentos de apoio que proporcionarão mais eficiência, menos tempos de intervenção e poderão garantir a segurança dos colaboradores envolvidos e, consequentemente, uma melhor qualidade na manutenção.

Para finalizar, temos também os recursos do próprio equipamento: estamos falando aqui de itens que auxiliam na operação de manutenção, como a chave geral de energia que permite o bloqueio, o plugue verde que elimina vazamentos e acidentes com o fluido do equipamento, o medição de diferentes pressões da máquina e do motor, como as energias envolvidas na operação. Todos esses recursos estão presentes na linha Link-Belt X3E e são exibidos no painel.

Ou seja, sem a necessidade de expor o colaborador ou demorar muito no diagnóstico/intervenção.

Quais são os principais indicadores de uma manutenção diária, semanal, trimestral?

A manutenção é um dos pilares mais importantes da indústria e com as máquinas da linha amarela, isso não é diferente. Cada fabricante possui pontos de inspeção específicos, porém, podemos dizer que, de forma geral, temos alguns indicadores gerais: nas inspeções diárias, é necessário verificar os níveis de fluido, drenar o pré-filtro de combustível e verificar o filtro de ar, fazer a limpeza do material circulante e a inspeção visual dos rolos, verificar as mangueiras do equipamento e fazer a lubrificação dos pontos dos roletes, conforme orientação do fabricante.

No caso do Link-Belt, como temos um sistema de lubrificação estendido em pontos importantes, como braço e lança, é necessário fazer isso a cada 1.000 horas.

A cada 500 horas, deve-se lubrificar o anel de orientação e o rolamento da mesa, trocar o óleo do motor, o combustível e os filtros do motor. A cada 1.000 horas, é necessário lubrificar o sistema de braço e lança, trocar o óleo do redutor e da engrenagem oscilante, os filtros de ar da cabine, além de itens do dia a dia.

A Link-Belt potencializa sua presença na região através de sua linha X3E.

Por fim, a cada 5.000 horas, além dos itens a serem verificados e inspecionados acima, é necessário trocar o óleo hidráulico. Mas sempre lembrando que existem outros pontos que aparecem nos manuais dos diferentes fabricantes e que devem ser incluídos e contemplados, conforme a recomendação.

O que a Link-Belt faz para facilitar a manutenção do seu equipamento?

A Link-Belt vem trabalhando para facilitar a manutenção diária e programada dos equipamentos, e um dos pontos principais é fornecer acesso a todos os pontos de manutenção de rotina a partir do nível do solo. A Link-Belt vem trabalhando para facilitar a manutenção diária e programada dos equipamentos, e um dos pontos principais é fornecer acesso a todos os pontos de manutenção de rotina a partir do nível do solo. Isso inclui fácil acesso às baterias, filtros de combustível, óleo do motor, filtros de ar de elemento duplo e ar condicionado da cabine.

Não podemos esquecer das telas de proteção do radiador de fácil limpeza e do bujão verde, dispositivo que facilita a troca de óleo, evitando o esvaziamento e agilizando o processo.

Outra ação promovida pelo fabricante para facilitar a manutenção está associada à identificação e prevenção de paradas não programadas. Sempre que ocorre uma ocorrência, seja por filtros entupidos ou água no combustível, por exemplo, o operador é notificado através do painel localizado na cabine do equipamento, bem como pelo sistema Remote Care. Para manter a manutenção focada na prevenção e previsão, o motor possui um mecanismo que faz com que seja desligado, preservando a escavadeira, evitando manutenções corretivas.

O suporte prestado aos clientes pela equipe técnica da Link-Belt também se integra às iniciativas da empresa para otimizar o serviço de manutenção. A empresa possui um centro de distribuição de peças de reposição e um armazém com infraestrutura completa e alta capacidade de armazenagem e logística. O local possui uma área útil de 1.500 m² e possui cerca de 60.000 peças de reposição originais em estoque. Nosso departamento de Suporte ao Cliente tem como prioridade atender o cliente em campo com agilidade. Uma vez detectada a urgência, a equipe interna aciona a logística para que as peças de reposição sejam entregues o mais rápido possível.

Como a telemetria contribui para uma manutenção mais adequada?

Posso dizer que a telemetria se tornou uma tecnologia obrigatória nas escavadeiras. Esse recurso fornece à equipe de gerenciamento de frota um conhecimento profundo do desempenho da máquina durante a operação e o melhor momento para paradas programadas e intervenções pontuais.

Se sim, é possível não só antecipar eventuais ocorrências, mas também como agendar manutenções nos prazos especificados, acompanhar e conhecer o modo de funcionamento de cada colaborador, orientando sobre o funcionamento e os pontos de manutenção e inspeções que devem ser realizadas .

Portanto, a telemetria contribui para que a manutenção seja um processo extremamente assertivo, pois é preciso no diagnóstico, reduzindo tempo e gastos com revisões. Além disso, integra a iniciativa dos grandes fabricantes de equipamentos pesados ​​para aprimorar o controle de suas operações.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
Colômbia: Pavimentando o futuro
O país está finalizando seu programa de projetos 4G enquanto dá os primeiros passos nas Concessões do Bicentenário.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL