Liderança de equipes de alta performance na indústria da construção civil

19 March 2021

O executivo Industrial da Vedacit, Klaus Gutierrez De Carli, fala sobre a importância de uma gestão efetiva para manter um ambiente produtivo, motivado e diverso.

Manter um ambiente produtivo, motivado e diverso é um objetivo cada vez mais almejado pelas empresas. O papel da liderança é fundamental ao incentivar os comportamentos desejados, o trabalho em equipe e tem contribuição ativa para o desempenho do grupo.

Klaus Gutierrez De Carli Klaus Gutierrez De Carli

No ambiente industrial os resultados estão diretamente ligados ao empenho e o engajamento. Todos as áreas precisam estar em sinergia para que o resultado seja o esperado. A liderança deve estar presente para dar suporte ao desenvolvimento conjunto e, embora na teoria pareça simples, alguns fatores são fundamentais para que os objetivos traçados sejam conquistados.

Liderar uma equipe de alta performance exige comprometimento, dedicação e união com o time. A liderança é indispensável para estruturar o trabalho em grupo, pois uma definição clara e bem comunicada de objetivos, assim como o feedback dos progressos feitos regularmente, são essenciais.

O autor americano Patrick Lencioni aborda no livro Os 5 desafios das equipes porque certas equipes dão certo e outras não. Concordo com ele ao afirmar que para o sucesso do trabalho em grupo cinco temas devem ser aplicados com assertividade, pois podem minar qualquer evolução caso sejam disseminados de forma incorreta. São eles: confiança, conflito, comprometimento, responsabilidade e resultado.

Confiança no time é primordial. Sem ela os colaboradores têm receio de se comunicar de forma honesta e aberta. Com medo de cometer erros, escondem o que pensam, não assumem responsabilidades e deixam de contribuir com ideias para melhorar o desempenho conjunto. Sem uma comunicação honesta é impossível construir uma base de confiança.

Uma equipe bem-sucedida exercita a confiança de forma contínua e executa as tarefas diárias de forma segura. Debate ideias abertamente, sem medo de críticas, compartilha responsabilidades e sabe que cada integrante é parte fundamental para alcançar o objetivo. Se tiver dificuldades, cometer erros ou precisar de ajuda o colaborador vai conversar com o líder e expor o problema.

Exercícios em grupo fortalecem o respeito mútuo e a confiança da equipe. Em reuniões periódicas, os colaboradores podem falar sobre experiências pessoais, habilidades que contribuem para o trabalho, o que precisam melhorar ou desenvolver uma atividade fora do que fazem habitualmente. Ter um encontro de feedback sincero, com críticas construtivas e testes de perfil de personalidade também favorecem a identificação do que precisa ser melhorado e os pontos fortes de cada colaborador.

Embora a princípio tenha uma conotação negativa, o conflito, incentivado de forma saudável, traz benefícios. Expor as ideias de forma aberta, discordar do colega, do líder, compartilhar uma visão que destoa da maioria pode apresentar um outro viés que ninguém tinha observado, levantando pontos de atenção e melhorias que podem ser realizadas. Discussões indiretas, superficiais e insípidas não levam a nada. Conflitos claros, respeitosos e abertos favorecem o progresso.

Para naturalizar o conflito produtivo é necessário deixar claro o objetivo, o prazo para a tomada de decisão e enfatizar que procurar áreas de discórdia e analisá-las vai melhorar o desempenho conjunto.

O comprometimento é indispensável para a evolução do grupo. A participação ativa deve ser incentivada para que os objetivos sejam alcançados. Estar presente fisicamente não é o suficiente. Para estimular o envolvimento, o líder deve compartilhar algumas decisões. Expor um problema e pedir que todos decidam em consenso, ouvindo a opinião individualmente e chegando na melhor solução para todos, mesmo que discordem em alguns pontos. Ao final de cada reunião é importante repassar as mensagens-chave e certificar-se de que ninguém ficou com dúvidas ou entendeu de forma equivocada. Uma decisão clara contribui para o envolvimento.

Assumir a responsabilidade é outro ponto fundamental para a evolução conjunta. Ter a liberdade de assumir acertos, erros e de conversar com o líder e os colegas caso alguém não esteja realizando algo como combinado deve ser natural. É claro que de forma respeitosa, construtiva, se colocando à disposição para auxiliar e incentivar o processo de melhoria. Fazer revisões periódicas do progresso de cada colaborador, definir objetivos e responsabilidades de forma clara e, quando possível, oferecer recompensas quando o desempenho do grupo superar as expectativas são práticas que contribuem para estimular o comportamento.

Na Vedacit, trabalhamos constantemente os temas relacionados a uma equipe de alta performance. Desde rituais estruturados para falarmos sobre nossas carreiras, dar feedbacks, até momentos de encontros com executivos, nos quais os colegas da indústria trazem temas relacionados a confiança e a conversas corajosas.

A comunicação feita de forma assertiva nos fóruns corretos e no tempo certo é fundamental para a construção de um trabalho colaborativo. A importância dos colaboradores serem responsáveis pela suas próprias carreiras é outro ponto que reforço bastante. É papel de cada profissional construir seu plano de carreira e a empresa tem o papel de ajudar e guiar nesse processo. Fico feliz quando conseguimos realizar promoções na equipe ou em transições para outras áreas.

Com uma equipe unida e comprometida os resultados são consequência. Parece óbvio, mas vale enfatizar que assim como o trabalho, os resultados devem ser em conjunto. Evitar posturas individualistas, posicionamentos que favoreçam o ego em disputas internas e rivalidade entre colaboradores são atitudes que refletem diretamente no desempenho coletivo. Juntos somos mais fortes!

* Klaus Gutierrez De Carli é executivo Industrial da Vedacit. Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, tem MBA em Gestão Empresarial pela FIA/USP (Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo) e especializações em Finanças (Columbia University), Gestão de pessoas e Gestão em projetos (Illinois Institute of Technology). Há mais de 12 anos na Vedacit, é responsável pelas áreas de Produção, Manutenção, Projetos Industriais, Qualidade, PCP e SSMA.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Desafios de gestão e desenvolvimento
O estoque de equipamentos e produtos é um fator crítico em uma operação, e a pandemia tornou tudo mais difícil.
Perú se recupera e mostra sua força
Good news in the construction industry, which reached pre-pandemic levels in April.
Smart.con e a revolução da indústria
Evento reuniu referências em inovação e tecnologia na construção civil para debater tendências e melhores práticas para o setor
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL