Leilão da Belo Monte poderá ser barrado pelo TCU

By Juliana De Andrade04 June 2015

Belo Monte

Belo Monte

O leilão que vai definir os valores para a concessão da nova linha de transmissão da Usina de Belo Monte teve um aumento de 115% no preço-teto. Por conta disso, a pedido do TCU (Tribunal de Contas da União), deverá passar por revisão de regras, o que deverá atrasar a obra.

A obra, que reforçará a produção de energia entre o Norte e o Sudeste do País, deveria iniciar a produção de energia no próximo ano com pelo menos metade de suas turbinas em funcionamento, e permanecerá em construção até 2019. Porém, caso o leilão que estava previsto para julho atrase, a usina pode iniciar a produção antes que a obra esteja completa, o que aumentará os custos e obviamente quem pagará esta conta será o consumidor.

O TCU determina que sejam corrigidas algumas falhas nos critérios que definem a remuneração anual do investidor, que no caso da primeira linha teve o valor fechado em R$434,6 mil ao ano, graças ao primeiro leilão da linha que terminou em deságio. De acordo com o tribunal, a tentativa de aumentar a receita é uma demonstração clara de que a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) teme um número baixo de interessados em face das mudanças no cenário econômico atual do País.

A agência, que conseguiu barrar na última semana uma obrigação judicial de pagamento de multa pelo atraso de 444 dias na obra, insiste que não haverá atraso no leilão nem na entrega da linha, sendo que a licitação deverá ocorrer normalmente no início de julho e que apesar de estar avaliando o pedido do tribunal, não vê motivos para a entrega de nova documentação.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
Colômbia: Pavimentando o futuro
O país está finalizando seu programa de projetos 4G enquanto dá os primeiros passos nas Concessões do Bicentenário.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL