Lançado primeiro condomínio residencial em madeira engenheirada do Brasil

A Noah, startup que oferece solução para a construção civil a partir da madeira engenheirada, anuncia o lançamento do seu primeiro empreendimento residencial. O Arvoredo, localizado na Vila Madalena, em São Paulo, foi projetado com o propósito de reunir alta tecnologia, sofisticação e sustentabilidade.

O projeto foi criado com seis casas de aproximadamente 400m², construídas em madeira engenheirada e que dispõem de isolamento acústico e térmico, reaproveitamento de águas pluviais, infraestrutura para sistema de aquecimento solar, carregador para carros elétricos, depósitos individuais, infra para aspiração central, segurança exclusiva e reconhecimento facial para controle de acesso, gerador para as áreas comuns e privativas, acabamento alto padrão e louças e metais criados para garantir menor uso de água.

No total serão 6 casas de alto padrão com paredes constituídas por camadas de madeira maciça sobrepostas, com valor geral de vendas (VGV) estimado em R$40 milhões. Foto: Noah

O empreendimento começa a ser construído em abril de 2023 e está previsto para ser entregue antes do fim do mesmo ano, demonstrando que a construção industrializada garante velocidade e precisão.

Sustentabilidade e qualidade de vida são premissas básicas para o novo perfil de morador, que surgiu durante a pandemia. O isolamento social mudou a percepção do lar: o que para muitos era apenas o local de retorno após um dia de trabalho, agora precisa entregar praticidade, conforto, mais contato com a natureza e, acima de tudo, bem-estar.

“O Arvoredo é exclusivo sob duas óticas: espaço e experiência. Afinal, além de provarmos para o mercado que é possível construir um empreendimento charmoso, alto padrão e sustentável a partir da madeira, propomos ao morador a experiência de fazer parte de algo completamente novo e tecnológico”, afirma Nicolaos Theodorakis, fundador e CEO da Noah.

A madeira é um dos materiais mais antigos utilizados na construção e o único que é renovável e estruturalmente eficiente ao mesmo tempo. Usada como tecnologia construtiva no Arvoredo, a madeira engenheirada, além de traduzir de forma única um novo e moderno jeito de morar, unindo natureza e cidade, garante estabilidade, resistência, sustentabilidade e, sobretudo, velocidade, ao passo que as peças são pré-fabricadas.

Investimento em madeira engenheirada ganha forma no Brasil

Apesar de ter um estigma um pouco reticente em um país acostumado com construções de concreto, a madeira como matéria-prima tem sido bem-vista por investidores.

A construção civil está entre os setores responsáveis pela alta emissão de gases que contribuem para o efeito estufa, tendo como principais emissores o aço, o cimento e o concreto. Uma alternativa fundamental para tornar a obra mais sustentável e reduzir as emissões totais da construção é a inserção de madeira engenheirada no processo construtivo.

Por se tratar de um material renovável, a madeira possui menor emissão que os materiais de origem não renovável - aço, cimento e concreto -, contribuindo assim para a redução das emissões totais da construção.

A matéria prima utilizada é a madeira de pinus de reflorestamento.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL