JCB cresce em 2016 contra a tendência

By Fausto Oliveira12 July 2017

Em um ano marcado pela queda de 1% no mercado mundial de máquinas, a marca conseguiu aumentar sua venda em 12%.

A fabricante britânica de equipamentos de construção JCB divulgou um resultado positivo para o ano de 2016. A marca obteve crescimento de vendas e lucros, em um ano marcado por contração do mercado mundial de máquinas pesadas.

A JCB conseguiu vender 12% a mais de equipamentos em 2016, na comparação com 2015. No ano passado, ela vendeu em todos os seus mercados um total de 66.011 unidades, obtendo por elas um valor de 2,62 bilhões de libras. Em 2015, a JCB havia vendido 59.844 unidades de máquinas, por um valor total de 2,34 bilhões de libras.

Em termos financeiros, o lucro Ebitda (lucros verificados antes do registro de juros, impostos, depreciações e amortizações) em 2016 foi de 287 milhões de libras, 34% mais do que os 214 milhões de libras registrados em 2015.

O desempenho foi verificado num ano marcado por uma queda no mercado mundial de equipamentos de 1%.

O CEO da JCB, Graeme Macdonald, disse que “o sólido desempenho da JCB em 2016 foi contra aguns contratempos econômicos que reduziram o mercado global de equipamentos de construção. Alguns mercados cresceram, como a Índia, que aumentou quase 40%, enquanto outros caíram, incluindo o Brasil onde a queda foi de mais de 40%. O mercado britânico se contraiu 5% em 2016, mas a boa notícia é que, depois de uns anos difíceis, os mercados europeus cresceram fortemente e subiram mais de 10% no ano passado”.

Além de manter suas vendas em crescimento contra a tendência mundial, a JCB deu um passo importante na ampliação de seu portfólio de equipamentos recentemente, ao lançar uma linha de plataformas de trabalho aéreo e colocar os dois pés no mercado mundial de acesso.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Por que é essencial digitalizar o setor da construção mexicana?
Coluna de Luis Herrera, chefe de vendas para a América Latina e Espanha, Procore
A magnitude e fomento do conceito ESG e da sustentabilidade
O que antes era tendência, agora é realidade. Considerando os indicadores dos três pilares (meio ambiente, social e governança corporativa), e a inerente preocupação - devida – das empresas, não há como negar que estratégias ESG trazem diversos benefícios para a percepção de valor, real, das companhias.
Compactação: declives suaves
Características excepcionais para um embalador de rolos seguro e eficiente
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL