Hidrelétrica Ituango, na Colômbia, perto de encher

By Gabriel Lira26 April 2018

Volume máximo da represa é de 2,7 bilhões de metros cúbicos.

hidroituango

Na primeira semana de julho se iniciará o preenchimento da represa da Hidroelétrica de Ituango (Hidroituango), sobre o rio Cauca, na Colômbia. A parede principal da represa do projeto tem 225 metros de altura e 550 metros de comprimento. O volume máximo da represa será de aproximadamente 2,7 bilhões de metros cúbicos, e o volume útil será de 970 milhões de metros cúbicos. O caudal do rio Cauca é de 1 mil metros cúbicos por segundo.

Segundo dados técnicos divulgados à imprensa colombiana, “serão bloqueados os dois túneis localizados na margem direita do rio Cauca, e depois serão fechados com concretagem uma vez que a represa esteja em operação.

Além da própria represa, o projeto Hidroituango compreende também as obras de desvio do rio Cauca, dois túneis, um vertedouro para evacuação de cheias que é controlado por cinco comportas, e um terceiro para descarga imediata, a fim de controlar o preenchimento da represa e garantir a descarga para baixo, cujo caudal mínimo exigido pelas autoridades ambientais tem de ser 21 metros cúbicos por segundo.

Este será o ponto de partida para o processo de entrada em operação do complexo hidroelétrico, em dezembro. Em setembro, será entregue a primeira linha de transmissão de 500 kV e para o final do ano a primeira turbina de geração de 300 MW vai ser ligada.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Um ponto fora da curva…
O Brasil, na contramão de muitos países que se viram seriamente afetados pela crise sanitária mundial, se estabelece dia após dia como potência econômica no que tange a indústria e tal propensão se fortalece com o número de obras que se difundem por todo território nacional.
Energia do futuro
Como grupos geradores e sistemas de armazenamento baseados em bateria podem substituir a energia a diesel.
Construção centro-americana
A pandemia e economias fortemente dependentes tornam a recuperação desta região mais complexa.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL