Haulotte entra no mercado de acesso de baixa altura

By Cristián Peters03 May 2022

A Haulotte anunciou sua entrada no segmento de equipamentos de baixa altura com não um, mas sete modelos projetados especificamente para trabalhar abaixo de seis metros. Compacto e leve, o equipamento, de acordo com a marca, é ideal para locais com espaço restrito ou pisos delicados. Estas máquinas oferecem maior produtividade, condições de trabalho mais convenientes e oferecem uma alternativa segura e eficaz às escadas e andaimes.

A nova gama de equipamentos de baixo acesso. (Foto: Haulotte)

Cada vez mais países e empresas estão limitando o uso de escadas e andaimes para melhorar a segurança e reduzir os ferimentos no local de trabalho. Para atender suas necessidades, a Haulotte está lançando uma linha completa de equipamentos de acesso simples e ergonômico de baixo nível que oferece uma maneira mais segura de acessar alturas em níveis mais baixos.

O portfólio da Haulotte inclui:

Mastros verticais: a linha de produtos MOVE UP consiste em dois modelos de empurrar para cima (push-around e elevador elétrico), oferecendo uma altura máxima de trabalho de 4,6 m e 5,6 m respectivamente.

Elevadores em tesoura: a gama SWIFT UP está disponível na versão push-around (altura de trabalho de 3,8 m e 4,5 m). A versão autopropulsionada (acionamento elétrico e elevador) é chamada SWIFT UP SP e oferece uma altura máxima de trabalho de 4,5 m, 5 m ou 5,9 m, dependendo do modelo.

“Como promotores de soluções seguras e valiosas de trabalho em altura, temos acompanhado a evolução deste segmento da indústria aérea por vários anos. Hoje temos o prazer de apresentar uma gama completa de elevadores de baixo nível, perfeitamente adaptados às necessidades de nossos clientes” diz Remi Heidelberger, gerente de marketing da Haulotte. Os sete modelos podem ser utilizados em ambientes internos para aplicações de manutenção, renovação, armazenamento ou reforma e acabamento.

Segundo a Haulotte, eles também são fáceis de transportar e podem ser carregados diretamente em uma van ou caminhão usando suas bolsas especiais de empilhadeiras.

Seu tamanho compacto, com uma largura máxima de 75 cm, significa que os elevadores são fáceis de navegar por espaços apertados, tais como corredores estreitos em lojas, centros de dados, escritórios ou armazéns em plano aberto, sem danificar a área. Eles têm uma área de torneamento estreita e cabem em elevadores e passam por uma única porta padrão.

Projetadas para trabalhar em pisos sensíveis com cargas baixas, como hotéis, ginásios e teatros, as unidades são leves e equipadas com rodas não marcantes, e são ideais para trabalhar em carpetes, madeira dura, mármore e pisos de azulejos.

As plataformas têm capacidades de cestos que variam de 159 kg a 240 kg, para uma pessoa e ferramentas, dependendo do modelo, e sua estabilidade otimizada permite uma variedade de movimentos em 360˚.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
A evolução do manipulador telescópico da Skyjack
Skyjack produz uma linha completa de telehandlers com sete modelos
Eletrificação das máquinas de acesso está superando o ímpeto regulatório
Impulso em direção às máquinas de construção elétrica começou com a regulamentação governamental
Dados que impulsionam as máquinas
Como os fluxos de dados de monitoramento podem reduzir custos e emissões de carbono e talvez um dia permitir que as máquinas funcionem por conta própria
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL