GUPC vai cobrar custos extra por greve no Panamá

By Fausto Oliveira06 May 2014

Canal de Panamá

Canal de Panamá

A greve dos trabalhadores da construção no Panamá, que estão parados por melhores salários há dias, ameaça trazer de volta o problema dos custos adicionais na ampliação do Canal do Panamá. O consórcio a cargo da obra, o GUPC, anunciou que vai reclamar um pagamento extra pelos alegados custos não previstos da paralisação. Uma reclamação por pagamentos extras levou a uma crise na obra no início do ano.

Mas nesse caso, as duas partes – o GUPC e a Autoridade do Canal do Panamá, que contrata a ampliação – estão de acordo em um ponto: qualquer perda financeira causada pela greve ao consórcio terá que ser compensada pelas Autoridade, com dinheiro público.

“Não será pago pelo GUPC, é um problema dos panamenhos, afinal”, disse à imprensa de seu país o chefe da ACP, Jorge Quijano. O diretor do órgão administrativo do canal informou que o consórcio entregou uma carta avisando de sua intenção de cobrar pelos dias parados em função da greve.

Os trabalhadores panamenhos da construção reclamam um programa de aumentos no salário base de 20% anuais pelos próximos quatro anos. Mas a Câmara Panamenha da Construção oferece no máximo 25% divididos pelos próximos quatro anos. Ainda não há solução para esse conflito.

Em janeiro, o GUPC reclamou o pagamento de um custo adicional alegado em US$ 1,6 bilhões, dizendo que as condições geológicas do local da obra eram diferentes do que se previa no contrato. Isso gerou uma crise que provocou a paralisação da obra por algumas semanas até que um acordo de co-financiamento, somado a um aporte da seguradora, conseguiu fazer o consórcio retomar os trabalhos.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
Colômbia: Pavimentando o futuro
O país está finalizando seu programa de projetos 4G enquanto dá os primeiros passos nas Concessões do Bicentenário.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL