Guindastes Terex fazem trabalho especial na Amazônia

By Fausto Oliveira24 January 2014

POrto Chibatao

POrto Chibatao

Um projeto de expansão de um porto privado em plena Amazônia brasileira apresentava dificuldades para a empreiteira que, afinal, foram resolvidas com o uso de três guindastes Terex todo terreno.

Localizado no rio Negro, o porto privado de Chibatão tem dimensões importantes: 1 milhão de metros quadrados e capacidade de 40 mil TEUs. Mas com o rápido desenvolvimento da região surgiu a necessidade de expandi-lo, e por isso se contratou uma tradicional empresa de serviços de engenharia e logística local, a Tomiasi Logística Pesada.

O serviço de expansão era especificamente aumentar o píer flutuante do porto, que tem 450 metros de comprimento. Parte da ponte que conecta o píer à terra também é flutuante, e a parte mais próxima da terra é fundada em estacas subaquáticas.

A expansão que se fez foi a duplicação da largura da ponte, adicionando partes pré-fabricadas que foram transportadas em barcaças. Aí começou o desafio da Tomiasi Logística Pesada. Para conseguir vencê-lo, embarcou também os três guindastes Terex todo terreno: um AC 200-1, um AC 350/6 e um AC 500-2.

Cada seção da ponte pré-fabricada pesava entre 320 e 360 toneladas. Pela condição de trabalho em barcaças, a distribuição do peso determinou o uso de três guindastes. O pessoal da Tomiasi teve a segurança do monitoramento da carga através do sistema de controle dos guindastes.

“Com o sistema IC-1 de controle, sabemos que as medidas são precisas e consistentes através dos três guindastes. Com tudo saindo conforme o planejado, o trabalho se concluiu em apenas cinco dias”, disse o analista de vendas da Tomiasi, Jander Roque.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
O fino das margens
Mesmo pequenas mudanças valema pena para os fabricantes de produtos de britagem e peneiramento.
Desafios de gestão e desenvolvimento
O estoque de equipamentos e produtos é um fator crítico em uma operação, e a pandemia tornou tudo mais difícil.
Perú se recupera e mostra sua força
Good news in the construction industry, which reached pre-pandemic levels in April.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL