Grupo Schahin também pede recuperação judicial

17 April 2015

Schahin

Schahin

O Grupo Schahin, empresa que atua em diversos segmentos inclusive na construção de infraestrutura e mobiliário residencial, comercial e industrial, é mais uma a pedir recuperação judicial devido a seu envolvimento na operação Lava Jato.

Com isso, já são três grandes grupos econômicos nacionais que acodem à Justiça para começar seu processo de suspensão legal de pagamentos a credores e planejamento de uma estratégia para continuar existindo. As outras duas foram, até o momento, a OAS e a Galvão Engenharia.

A Schahin nunca teve na construção seu principal negócio. Este sempre foi o de petróleo e gás. Mas com o crescimento, abriu linhas de construção e engenharia, nas quais consolidou um importante portfólio de obras civis, residenciais, industriais e módulos para plataformas de petróleo offshore.

Com o pedido de recuperação judicial, a empresa afirmou que vai abandonar as áreas de engenharia e construção para se concentrar apenas em seu negócio central original.

De acordo com a imprensa, o Grupo Schahin tem uma dívida de R$ 4,5 bilhões. Desde o começo das investigações, a empresa está sem acesso aos canais convencionais de crédito para financiar o andamento de projetos.

Isto por estar sob suspeita de pagar propina à Petrobras em troca de contratos. A estatal, por sua vez, a incluiu no grupo de empresas temporariamente impedidas de assinar novos contratos. Tudo isso levou a Schahin a se tornar a nova vítima do escândalo na maior empresa do Brasil.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL