Governo garante o Minha Casa Minha Vida

12 January 2015

minha casa

minha casa

O novo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, informou que o ajuste fiscal que será realizado pelo governo federal nos próximos anos não afetará os gastos previstos com o programa de moradia social Minha Casa Minha Vida.

De acordo com o ministro, a própria presidente Dilma Rousseff teria separado o programa de moradia do anunciado corte de despesas que deverá conter os gastos governamentais no país.

Através do Minha Casa Minha Vida, o governo federal contrata grandes quantidades de edifícios e casas em terrenos públicos ou devolvidos ao Estado. Por intermédio da Caixa Econômica Federal, se oferecem financiamentos especiais a famílias de baixa renda que sejam sorteadas para ter acesso à compra de uma unidade habitacional.

De acordo com números do Ministério das Cidades, desde 2009, quando começou, o programa já investiu mais de R$ 240 bilhões na contratação de mais de 3,7 milhões de moradias. Desse total, cerca de 1,9 milhão já foram entregues.

O programa se tornou um pilar de sustentação para muitas empresas de construção brasileiras. Parte do setor se mostrou preocupado quando ficou claro, ainda no ano passado, que após os gastos excessivos do Estado nos últimos anos, seria necessário um ajuste. Temia-se a paralisação ou diminuição do programa.

Apesar disso, ele não esclareceu se será cumprida a promessa feita pela presidente durante a campanha eleitoral de quase dobrar o volume de contratações ao longo do segundo mandato.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL