Fortes expectativas

By Cristián Peters27 March 2017

El mercado de manipuladores telescópicos tiene amplias expectativas en América Latina

El mercado de manipuladores telescópicos tiene amplias expectativas en América Latina

Tal como as plataformas de trabalho aéreo, o manipulador telescópico ainda está em processo de ‘adaptação’ aos mercados emergentes como a América Latina. Neste sentido, foi algo muito positivo ver uma empresa como a Manitou abrir uma fábrica no Brasil. A instalação foi inaugurada no segundo semestre do ano passado em Vinhedo, interior de São Paulo.

A fabricante francesa espera melhorar sua participação no mercado de manipuladores na América Latina. Marcelo Bracco, diretor geral da Manitou Brasil e gerente de vendas para a região, afirma que “o conceito de manipulador telescópico está se desenvolvendo em várias áreas do mundo, impulsionado pela Manitou, e esperamos fazer mais negócios em novos mercados”. Embora o executivo diga que o ano de 2016 foi difícil na região, dada a queda no valor das commodities e a recessão que afetou grandes economias como o Brasil e a Argentina, ele está otimista. “Esperamos mais e mais negócios na região. O Brasil, devido à forte presença que estamos tendo agora na zona, deve aumentar sua utilização de manipuladores telescópicos para além da construção, como na agricultura, mineração e algumas outras aplicações especiais (petróleo e gás, portos etc.)”, afirma.

A Manitou oferece quatro tipos de manipuladores: i) a linha MT que se concentra em construções, onde o cliente necessita uma máquina simples e robusta; ii) a linha MRT, que são telescópicos giratórios, que podem ser utilizados como um manipulador ou como plataforma aérea com grande capacidade de peso na cesta, ou mesmo como guindaste pequeno; iii) a linha MLT que está mais orientada à agricultura; e iv) os MHT, que são grandes máquinas enfocadas na mineração.

A Manitou tem altas expectativas de recuperação do Brasil. Os trabalhos na planta de Vinhedo começaram em 2014 e não foram cancelados apesar da recessão de 2015.

Outra empresa que colocou seus pés na América Latina é a Ahern, que no final do ano passado inaugurou suas instalações em Santiago do Chile, estabelecendo assim sua primeira filial em terras latino-americanas. A Ahern Chile prestará serviços de venda, pós-venda e manutenção para o mercado local e também apoiará o mercado latino-americano, onde a empresa vê grandes oportunidades futuras.

Também positiva é a posição de John Taylor, gerente de produto da Genie, Terex AWP, quem comenta que “os ciclos econômicos e os contratempos nos mercados de petróleo e gás criaram objetivo para a venda de manipuladores telescópicos, tendo tido efeito negativo na demanda, impacto que, não obstante, foi compensado pela construção de armazéns e outras estruturas de maiores alturas. Esperamos ver alguma estabilização nos próximos 18 meses, mas também esperamos que os clientes continuem sendo estratégicos com suas novas aquisições de equipamentos”.

Na opinião do executivo, os manipuladores telescópicos são das máquinas mais versáteis num canteiro de obras. “São os primeiros equipamentos a chegar numa obra, para descarregar caminhões e materiais, e são os últimos a sair ao ajudar a recarregar materiais não usados. A maior vantagem dos manipuladores telescópicos é que são capazes de realizar uma ampla gama e imensa variedade de serviços em várias condições”.

Lançamentos

A Genie oferece uma linha completa de manipuladores. A companhia debutou em abril de 2016, na Bauma, seu telescópico compacto GTH-3007, que proporciona uma capacidade máxima de elevação de 3.000 quilos, uma capacidade de carga vertical de 2,5 toneladas e altura máxima de 7 metros, com capacidade de carga máxima horizontal de 1 tonelada a 4 metros.

Na World of Concrete, em janeiro deste ano, a Skyjack apresentou seu novo manipulador telescópico SJ1256, que entrará em produção em maio próximo. “O SJ1256 TH está baseado no nosso SJ1056 TH de alta qualidade”, afirma Barry Greenaway, gerente sênior de produtos da Skyjack. “O SJ1256 TH pode levantar 5.443 quilos até 10,67 metros. Outra característica que sobressai neste manipulador é que pode levantar 454 quilos a um alcance máximo frontal de 13 metros, altura a que muitas máquinas similares podem levantar somente 226,8 quilos”, afirma ele.

Por sua vez, nesta última ConExpo, a JLG lançou dois novos manipuladores telescópicos de alta capacidade, máquinas que estarão disponíveis para clientes da América do Norte e América Latina a partir de maio.

Os manipuladores telescópicos 7013H e 8010H oferecem 7.076 kg e 7.597 kg de capacidade de elevação, respectivamente. “Estas máquinas não só são os primeiros manipuladores telescópicos da JLG na categoria de alta capacidade, como também são os primeiros manipuladores telescópicos nas Américas com a tecnologia SmartLoad”, diz John Boehme, gerente de produto de manipuladores da JLG Industries. “O SmartLoad é um pacote avançado de três tecnologias integradas que funcionam em conjunto para proporcionar um nível maior de confiança para o operador. Será oferecido como opcional nos manipuladores telescópicos 7013H e 8010H”.

Além disso, os modelos 7013H e 8010H da JLG se encontram entre os primeiros equipamentos com o sistema de descida de precisão por gravidade da JLG. Equipadas com este sistema, as máquinas empregam energia hidráulica para elevar a lança, mas utilizam a força da gravidade para baixá-la, o que dá ao operador um maior controle e precisão. Segundo Boehme, a JLG prevê incorporar esta nova tecnologia e toda sua linha de manipuladores telescópicos ainda este ano.

A fabricante francesa de máquinas Halotte divulgou no ano passado a inclusão de três novos manipuladores telescópicos para cargas pesadas, acima de cinco toneladas. Os novos produtos da Haulotte são o HTL5210, HTL6508 e HTL7210.

Presnete também à ConExpo, com um equipamento já apresentado na Bauma 2016, o Pegasus 45.30, a Dieci mostrou sua máquina compacta, capaz de garantir resistência e confiabilidade, e que inclui novas características que aumentam sua utilidade. O motor, com 4 cilindros FPT Stage4Final 4 Turbo Aftercooler de 127 kW, se combina à transmissão hidrostática de controle eletrônico para entregar grande potência e resposta imediata aos esforços.

Transmissão Dual Tech

A JCB desenvolveu a primeira transmissão dupla do mundo, desenhada especificamente para seus manipuladores telescópicos Loadall, que combina as características das transmissões hidrostática e Powershift que já se aplicam nos manipuladores JCB 531-70, 535-95 e 541-70.

As principais características da transmissão Dual Tech VT são uma transmissão totalmente hidrostática, que permite controle progressivo da velocidade até os 19 km/h; o câmbio automático na transmissão Powershift de três velocidades modulado eletronicamente acima dos 19 km/h para obter a máxima eficiência energética no trabalho em altas velocidades, os modos Potência e Economia para otimizar o rendimento, a eficiência e os custos de funcionamento, o modo Flexi que permite controlar de forma independente o motor e a velocidade de deslocamento, e que pode selecionar 4WD a qualquer tempo ou 2WD automática acima dos 19 km/h, para obter eficiência ótima do material rodante e reduzir o desgaste dos pneus. 

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Como o planejamento da elevação está integrado à segurança e aos negócios?
Hannah Sundermeyer conversa com especialistas em engenharia sobre o estado atual do planejamento de elevadores
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL