FMI espera contração na América Latina em 2015

05 November 2015

IMF FMI logo

IMF FMI logo

Em estudo recente, o Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu que 2015 está sendo o de pior desempenho econômico em mais de trinta anos (excetuando-se a crise mundial de 2009) para a América Latina, o que se deve principalmente à queda no preço das commodities e à desaceleração da atividade na China.

Nesse contexto, espera-se uma leve contração do PIB regional real (-0,25%), que deverá ser seguida de uma leve melhora em 2016. Obviamente, esta perspectiva não se aplica a cada país em particular. O grupo composto, por exemplo, por Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e Uruguai mostra grandes diferenças.

No caso do Brasil, a previsão é de cair 3% este ano e nova contração de até 2% em 2016. A Venezuela, depois de uma queda de mais de 20% do PIB, prevê também um aumento do déficit fiscal devido a políticas macroeconômicas insustentáveis. Na Argentina, a inflação continua elevada, devido à monetização do déficit fiscal. No Chile, projeta-se que o crescimento será de 2,5%, refletindo em grande medida o estímulo fiscal.

Espera-se que a economia do Peru cresça e chegue a aproximadamente 3,25% em 2016, graças a uma retomada do setor de mineração, mas ainda com razoável incerteza devido ao impacto maior que o previsto do fenômeno climático El Niño. Para a economia da Colômbia, projeta-se um crescimento de cerca de 2,5%. Da mesma forma, espera-se que os problemas no Brasil e na Argentina afetem o Uruguai, que deve desacelerar 2,25% em 2016.

A recuperação econômica dos Estados Unidos deverá apoiar o crescimento econômico no México, por exemplo, onde espera-se expansão de 2,75% em 2016.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
O fino das margens
Mesmo pequenas mudanças valema pena para os fabricantes de produtos de britagem e peneiramento.
Desafios de gestão e desenvolvimento
O estoque de equipamentos e produtos é um fator crítico em uma operação, e a pandemia tornou tudo mais difícil.
Perú se recupera e mostra sua força
Good news in the construction industry, which reached pre-pandemic levels in April.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL