Fim de uma era

24 November 2020

AI-M20-2019-3x2

O AccessM20 deste ano registra as receitas dos maiores fabricantes de equipamentos de acesso do mundo, no exercício de 2019. É um conjunto de resultados muito saudável em geral, em um ano que embora tenha sido de crescimento no primeiro semestre, enfraqueceu ao final do ano.

Isto se pode observar nas leves quedas dos dois principais fabricantes, JLG e Terex AWP (Genie e Terex Utilities), que mesmo mantendo a primeira e a segunda posições no ranking, nos últimos trimestres do exercício registraram quedas significativas nas receitas, provocadas por um mercado enfraquecido que surpreendeu muita gente no setor.

E isto não é nada comparado à surpresa que levou a China no início do ano, seguida pela Europa e o restante do mundo mais tarde em março: claro, a Covid-19. A pandemia fará com que qualquer comparação entre as receitas do AccessM20 deste ano e do ano que vem seja, em grande medida, irrelevante. Talvez o ranking de 2022 (com receitas de 2021) tenha mais sentido para as comparações, já que veremos até que ponto os fabricantes resistiram à tormenta da Covid-19, e então se poderá saber quanto de fato terá sido afetado o mercado.

Novo cenário

Esta lista marca o último ano de um mercado estável, que não experimentou retrocessos significativos desde a recessão causada pela crise imobiliária que estourou em 2008. Nos últimos anos, o mercado de acesso voltou às condições de auge, e a maioria dos prognósticos diziam que era pouco provável que estivéssemos entrando em uma bolha similar à que estourou naquela época. Era difícil imaginar que a bolha se reinventaria por meios tão inesperados.

Como já mencionado, 2019 foi um ano positivo no geral, e a maioria das empresas teve aumentos de receita. A Haulotte, em terceira posição, registrou alguns resultados de recorde no ano, e a maioria das outras empresas obtiveram resultados saudáveis com aumentos de entre 5% e 10%, no geral. Provavelmente, eles teriam sido mais altos se o setor não tivesse se orientado à uma diminuição que, mesmo sem Covid, a maioria das previsões apostavam que se manteria este ano.

Apesar disso, houve algumas exceções que mostraram maior dinamismo, como a Platform Basket, que aumentou suas receitas em 26%, a Bronto Skylift que conseguiu 25% de crescimento e a Klubb, que teve alta de 19%.

Crescimento chinês

É importante destacar a alta verificada em alguns fabricantes chineses na lista, com um par deles, como XCMG e Sany, entrando pela primeira vez entre as maiores.

A Dingli, maior fabricante chinesa de máquinas de acesso, alcançou a sexta posição com a receita de 2019. A ambição da companhia não conhece limites, e suas associações com a Magni na Itália e a MEC nos EUA tiveram efeito substancial em suas vendas na Europa e América do Norte.

Também vale destacar a LGMG, cuja ascensão de quatro lugares (de 21 a 17) representa um grande feito. As vendas da empresa cresceram com força em seu mercado interno, e fortaleceram sua presença na Europa e América do Norte. O mesmo ocorre com a Sinoboom, que também se estabeleceu recentemente nas áreas mencionadas.

Quem sabe a que futuro o tempo levará estes fabricantes, ou o setor em seu conjunto. Certamente, veremos algumas mudanças nos próximos anos à medida que a competição cresça em meio a um mundo imerso na Covid-19. As incertezas de antigamente ficaram para trás; hoje ela assume outro nível. Mas com essa incerteza aumentada vem o conhecimento de que o setor precisará se desenvolver e reinventar, e isto sempre traz consigo oportunidades.

 

Documentos de suporte

 
AccessM20 Construccion Latinoamericana Noviembre 2020 Size: 133.6 KB Click to download
REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Mills: O projeto ideal
Há quase 7 décadas, a pioneira na locação de equipamentos para a execução de trabalhos em altura, com a maior frota de PEMT da América Latina, se supera dia a dia, em busca de inovação e diferencial no que se refere à qualidade e entrega.
Indústria de locação sem papel
Como avançar em direção a uma indústria sem papel?
Entrevista com Inform: América Latina Artificial
A inteligência artificial está tomando cada vez mais o centro das atenções na região, e novos jogadores estão entrando na arena.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL