Fast Engenharia ganha destaque no mercado internacional

By Luciana Guimaraes08 July 2022

Empresa se destaca com projetos para para Copa do Mundo, Jogos Olímpicos e GPs de F-1, a Fast Engenharia conquistou a liderança do segmento de estruturas provisórias (overlays) na América Latina. No entanto, o sonho do engenheiro Antônio Domingos Fasolari, fundador da empresa, vai além das fronteiras com os países vizinhos. 

O começo da empresa assemelha-se a muitos negócios brasileiros. Em 1986, o jovem engenheiro Antônio Fasolari decidiu abrir a própria empresa, após perceber que não havia mais espaço para crescimento no seu antigo emprego -- uma empresa familiar à qual se dedicou por quase uma década.

Aproveitou a experiência em montagem de estruturas tubulares em edificações, serviços industriais e grandes eventos -- inclusive já atuou no primeiro Rock in Rio, em 1985 -- para desbravar o mercado nacional. “Começamos do zero. Não tínhamos equipamentos e nem equipe, apenas um Uno antigo que usávamos para viajar e nos encontrar com potenciais clientes”, lembra Fasolari.

Os anos passaram e, com muita dedicação, em meados da década de 90 a empresa começou a realizar grandes projetos. Para o Carnaval de São Paulo (SP) montou a arquibancada no sambódromo do Anhembi, localizado na zona norte da capital. Na mesma época, instalou a arquibancada para a Fórmula 1. A excelência do serviço garantiu a renovação do contrato por 18 anos.

Mas foi em 2001 que o negócio decolou. A Fast Engenharia foi convidada para ser a responsável pela entrega de overlays, incluindo logística, gestão e manutenção, do Grande Prêmio de Fórmula 1, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). “Cuidamos de toda parte estrutural do evento. Além de montar a arquibancada, fizemos o pódio, a parte de atendimento à imprensa e até nos encarregamos de conseguir os hinos e as bandeiras de cada país que foi representado na competição”, conta o engenheiro.

Com a visibilidade da Fórmula 1, inúmeros contratos foram fechados. Em 2007, eles desenvolveram os overlays dos Jogos Pan-Americano do Rio de Janeiro (RJ). Foi então que Antônio percebeu que seria importante aplicar capital na firma e, no ano seguinte, comprou plataformas aéreas para aprimorar o serviço prestado.

Investimento importante, pois nos anos seguintes o trabalho seria ainda maior. Isso porque na Copa das Confederações da Fifa (Brasil-2013) e na Copa do Mundo, em 2014, a Fast foi responsável pelas instalações de estruturas provisórias em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA). “Devido à extensão territorial do Brasil, a logística foi um desafio. As cidades estavam a 2 mil quilômetros de distância uma das outras. Mas conseguimos”, comenta.

Em 2016 a empresa foi contratada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para construir arquibancadas, tendas, arenas, cercas e toda estrutura hidráulica e elétrica dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro. No ano anterior, a Fast também marcou presença nos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, sediado no País.

Com o fim dos eventos globais no território nacional, a empresa almejava ampliar a carteira de clientes para além das fronteiras do Brasil. Com a intermediação da diretora-geral Tatiana Fasolari, em 2018, a Fast trabalhou nos Jogos Olímpicos da Juventude, que aconteceram em Buenos Aires (Argentina), criando toda a infraestrutura do evento. Um ano depois, implementou suas soluções nos Jogos Pan-Americanos e Para-Americanos de Lima, no Peru.

Além da capital paulista, possui filiais no Rio de Janeiro (RJ), Argentina, Peru, Itália e traz como premissa o cuidado com a segurança dos mais de 100 funcionários.

“Temos muito orgulho da nossa caminhada e do processo interno de amadurecimento que nos permitiu enxergar as necessidades e oportunidades no mercado. Hoje, entendemos que somos uma empresa capaz de ocupar qualquer espaço vazio. O cliente traz a demanda e nós criamos uma solução”, reconhece Antônio Fasolari, fundador da Fast Engenharia.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
A magnitude e fomento do conceito ESG e da sustentabilidade
O que antes era tendência, agora é realidade. Considerando os indicadores dos três pilares (meio ambiente, social e governança corporativa), e a inerente preocupação - devida – das empresas, não há como negar que estratégias ESG trazem diversos benefícios para a percepção de valor, real, das companhias.
Compactação: declives suaves
Características excepcionais para um embalador de rolos seguro e eficiente
Conheça alguns dos expositores da M&T Expo 2022
Como parte da rede Bauma, a M&T Expo agora quer ser o carro-chefe da recuperação do mercado
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL