Fábrica de cimento no Uruguai parada há dois meses

By Fausto Oliveira05 April 2018

Conflitos sindicais e problemas econômicos geram crise para a estatal ANCAP.

ancap minas

A fábrica de Minas, da ANCAP.

Uma das duas fábricas de cimento da estatal uruguaia ANCAP está parada há dois meses, devido a reivindicações sindicais relacionadas à contratação de mais pessoal na fábrica em questão, chamada de Minas.

Sem acordo entre os trabalhadores e a empresa estatal, a planta de Minas não produz cimento atualmente. Inaugurada em 1956, a planta de Minas tinha 245 pessoas trabalhando no ano passado, 140 dos quais faziam parte da equipe oficial de empregados da empresa.

Com esta situação, a produção cimenteira da ANCAP está reduzida à planta de Paysandu, que está mais longe de centros consumidores de cimento do que a de Minas, o que pode implicar aumento nos custos de frete.

Este aumento de custos vai aprofundar o drama financeiro da divisão de cimento da ANCAP, que também atua nos setores de combustíveis e lubrificantes. Desde 2004, o negócio cimenteiro da ANCAP gera prejuízo. Em 2017 a empresa se propôs a gerar um déficit de US$ 20 milhões em seu negócio de cimento, o que seria menos do que os US$ 27 milhões de prejuízo gerados em 2016.

Nos últimos 15 anos, a ANCAP teria perdido um total de US$ 207 milhões em seu negócio de cimento.

Deverá ganhar mercado a empresa privada Cemento Artigas, que tem capitais espanhóis, e um possível novo projeto de produção cimenteira no Uruguai com capitais brasileiros. Atualmente, a porcentagem de participação de mercado da ANCAP em seu país é de 45%, o que ainda é significativo.

O sindicato dos trabalhadores das unidades cimenteiras da ANCAP propõe proteger a companhia com uma taxa de importação de 35% para cimento vindo de fora do Mercocul, além de eliminar uma associação com a cimenteira argentina-brasileira Loma Negra na marca Cementos del Plata, e obrigar a obra pública uruguaia a comprar cimento da estatal.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Movimento elétrico
Os tempos modernos trazem consigo inúmeras inovações. No artigo de Luciana Guimarães, a CLA revê algumas novidades sobre a terraplenagem.
Considerações sobre lança articulada
Orçamentos, tarefas específicas, detalhes técnicos são alguns dos aspectos a serem considerados na compra de uma plataforma
Acess M20: Para cima
Alguns podem considerar 2020 uma anomalia que dificilmente se repetirá. Quanto ao accessM20, também pode ser visto como um sinal dos tempos.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL