Espanhola COMSA cresce na Colômbia

By Cristián Peters15 November 2018

Série de novos contratos soma US$ 90 milhões a receber pela empresa. 

TunelDobleCalzadaentreBogotayVillavicencio_def

A construtora de origem espanhola COMSA Corporación continua fortalecendo sua presença na América Latina através da assinatura de novos contratos de infraestrutura e engenharia industrial na Colômbia, pelo valor total de cerca de US$ 90 milhões. 

Em consórcio com uma filial do mesmo grupo chamada Nortúnel, especializada em obras rodoviárias e ferroviárias subterrâneas, a empresa executará o túnel de Amagá, na Colômbia. O projeto é parte da rodovia Autopista Pacífico 1. O contrato prevê a escavação e sustentação de um trecho formado por duas vias de 3,5 quilômetros com inclinação de 2,94%, duas pistas de 3,65 metros cada e acostamentos, além de áreas especiais para emergências. A obra está orçada em 65,2 milhões de euros. 

A COMSA Industrial, que é a divisão estritamente de engenharia do grupo, foi vencedora de uma licitação para dois contratos para o Sistema Inteligente de Tráfego (ITS) na rodovia Bogotá-Villavicencio. A companhia fará, por um lado, o projeto, a instalação e início de operação das redes de controle de tráfego, comunicações e sinalização num trecho de 24 km, e além disso a conservação de tais equipamentos nos 86 km que compreendem a totalidade da rodovia. Este último contrato prevê a manutenção preditiva e corretiva e monitoramento em tempo real do sistema de controle e comunicação. Os dois contratos valem em conjunto cerca de 15,7 milhões de euros.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Um ponto fora da curva…
O Brasil, na contramão de muitos países que se viram seriamente afetados pela crise sanitária mundial, se estabelece dia após dia como potência econômica no que tange a indústria e tal propensão se fortalece com o número de obras que se difundem por todo território nacional.
Energia do futuro
Como grupos geradores e sistemas de armazenamento baseados em bateria podem substituir a energia a diesel.
Construção centro-americana
A pandemia e economias fortemente dependentes tornam a recuperação desta região mais complexa.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL