Dilma promete novas concessões

13 March 2015

Puerto Río de Janeiro

Puerto Río de Janeiro

Nesta semana, ao inaugurar as obras do novo porto do Rio de Janeiro, que recebeu três novos terminais em obras que custaram R$ 1,8 bilhão, a presidente Dilma Rousseff prometeu ampliar a agenda de concessões privadas. A ampliação do porto carioca se deu por esta via, o que ensejou a declaração da presidente no sentido de que não apenas portos, mas também aeroportos e outros projetos podem ter uma nova rodada de concessões em breve.

“Vamos lançar um novo processo de concessões para oferecer um mapa logístico para que o Brasil racionalize seus custos de transporte”, afirmou a presidente. De acordo com Dilma, estão em estudo principalmente novas concessões de aeroportos. Ela mencionou especialmente as hipóteses de concessionar os aeroportos de Porto Alegre, Salvador e Florianópolis, e disse que pode haver outros na lista.

Em relação a portos, Dilma afirmou que após a mudança do marco regulatório dos portos, permitindo o investimento privado sob regime de concessão, 38 projetos privados teriam sido autorizados, e o investimento previsto em sua totalidade até o momento seria de R$ 11 bilhões.

As obras do porto do Rio de Janeiro o tornaram um dos mais importantes do Brasil. Sua capacidade de movimentação de carga aumentou em 63%. De acordo com a concessionária, seu píer agora é o maior da América do Sul.

Investimentos

A forte desaceleração econômica do Brasil se faz notar com mais agressividade desde o fim do ano passado e é fruto de um conjunto de fatores, tais como o déficit nominal público importante e o consequente aumento da dívida pública. Além disso, a alta inflação produzida pelo excesso de liquidez no mercado conduziu a uma constante e consistente alta de juros, seguida de um maior controle nos gastos. Com tudo isso, se instalou um clima de recessão que agora se traduz em perda de postos de trabalho.

Muitos advogam que nesse contexto negativo para investimentos, o Estado deveria liberar mais concessões privadas em condições contratuais muito favoráveis, de maneira a voltar a mobilizar o capital e gerar algum novo movimento econômico não associado ao consumo massivo. Este anúncio de Dilma Rousseff parece caminhar nessa direção.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL