Demanda por cimento tem altos e baixos no primeiro semestre

By Andy Brown09 September 2019

A demanda por cimento observou tendências diferentes no mundo no primeiro semestre, de acordo com a consultoria econômica CW Research.

O consumo de cimento subiu forte, por exemplo, no Peru, mas se contraiu muito também em mercados como a Arábia Saudita e a Argentina.

No Peru, a demanda por cimento cresceu 3% sobre o primeiro semestre do ano passado, e ficou em cerca de 3,5 milhões de toneladas.

Os especialistas afirmam que o mercado está saudável e ativo no Peru, tanto na construção de infraestrutura como no setor de obras imobiliárias residenciais e comerciais.

“Com um crescimento do PIB estimado em 3,9% este ano, o Peru oferece uma boa perspectiva para a indústria cimenteira”, disse Carolina Pereira, da CW Research.

Por sua vez, a Argentina percebeu uma queda de 8% em seu consumo de cimento no primeiro semestre, na comparação com o mesmo período do ano passado.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Bombas: Trabalho em pedreiras
Para obter resultados ideais, é essencial usar as bombas corretas.
A importância do Impulsor
BBA Pumps lança seu impulsor de canal de parafuso KS, que é projetado para evitar entupimento e vibrações em suas bombas de esgoto.
Coluna Sobratema: Tempos de renovação
A renovação das frotas de equipamentos deu um novo impulso ao mercado brasileiro. Escrito por Eurimilson Daniel.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL