Crescimento da digitalização na construção civil

97% dos profissionais vêem aumento em investimentos, mas negligência com IA e robótica.

Uma pesquisa feita com 1.300 profissionais do setor da construção civil em 15 países indica que a expectativa do setor pelo crescimento nos investimentos em digitalização é muito grande, mas há lacunas importantes a serem preenchidas. O estudo, que incluiu o Brasil, foi realizado pela PlanRadar, empresa líder do setor de software de gerenciamento de construção.

Já de olho em 2024, a indústria de construção civil se prepara para continuar os investimentos em tecnologia para o próximo ano. O relatório analisa o nível de digitalização das empresas que atuam com construção e incorporação, bem como as suas perspectivas de crescimento para os próximos três anos.

97% dos profissionais consultados esperam ver um aumento do investimento na digitalização em suas empresas até 2026.

A medida que más empresas de construcción comienzan a ver los beneficios y los datos telemáticos se vuelven más fácilmente disponibles, los expertos en tecnología dicen que su uso en la construcción se está generalizando. Foto: Adbostock / Blue Planet Studio

A pesquisa aponta ainda que 8 dos 15 países esperam que suas empresas aumentem o investimento em 5–10% nos próximos três anos. Na Alemanha, no Brasil e na Itália, a maior porcentagem de entrevistados diz que o aumento no investimento será entre 11% e 30%.

Segundo os profissionais, nos últimos anos alguns setores foram negligenciados e não tiveram investimentos: robótica (82%), impressão 3D (80%), inteligência artificial (75%), realidade virtual (72%) e BIM (41%).

“O Brasil já figura entre os maiores países que esperam grandes investimentos em digitalização no setor de construção civil, indicando que os profissionais estão prontos para a melhoria dos trabalhos. E esse é considerado o primeiro passo para uma total adoção tecnológica, já que é difícil implementar funcionalidades maiores - como IA e realidade virtual - se o mais básico não estiver em pleno funcionamento”, comenta Henrique Bragança, Country Manager da PlanRadar no Brasil. 

Tecnologia é essencial para evolução do trabalho

Alguns setores já não conseguem funcionar sem tecnologia, na construção civil, no entanto, isso ainda está precisando evoluir. 77% dos entrevistados consideram difícil a implementação de novas tecnologias em suas equipes ou empresas, aponta o relatório da PlanRadar.

Aos que já investiram em tecnologia para melhoria dos trabalhos, 95% consideram que o uso do software significou uma redução de custos em seus projetos; 35% estimam que essa redução esteja entre 10% e 30%, além disso, 33% estimam que esteja entre 5% e 10%.

“O setor de construção civil está aos poucos implementando a tecnologia em todos os seus processos. No entanto, está atrás de outros setores que já confiam plenamente para realização de tarefas que automatizem parte dos trabalhos, como a digitalização de documentação, por exemplo. O relatório aponta que os profissionais estão acompanhando e prontos para adoção tecnológica”, destaca Henrique Bragança.  

O relatório da PlanRadar aponta que os maiores investimentos em tecnologia nos próximos três anos serão destinados a software de gerenciamento de projetos de construção: 77% dos entrevistados esperam que suas empresas aumentem o investimento; 68% em soluções digitais para maior eficiência energética e energia renovável e 66% em BIM.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL