Costa Rica aprova projeto de megaporto

18 November 2014

puerto generica

puerto generica

O governo da Costa Rica deu sinal verde para um segundo projeto de construção de um megaporto na província de Limón, na costa caribenha do país. O projeto da empresa investidora Amega está orçado em US$ 900 milhões e se desenvolverá como concessão de obra e operação à empresa.

O projeto conhecido como “mega terminal de transbordo de contêineres” foi apresentado ao governo da Costa Rica em 2004 pela firma Amega, que tem sede em Barbados e representa capitais do Canadá, Estados Unidos e Reino Unido.

O projeto se encaixa na ideia de criar um canal seco conectando as duas costas do país centro-americano, de maneira a aproveitar o crescente fluxo de comércio Pacífico Atlântico, tal qual acontece no Panamá e como querem fazer a Nicarágua e a Guatemala com projetos de igual objetivo.

O megaporto não tem data de início de obras. O governo agora terá que definir a burocracia para criação de um fundo garantidor e outros detalhes.

Além do porto da Amega, a Costa Rica também prevê a construção na província de Limón de outro terminal de contêineres privado, que seria administrado pela empresa holandesa APM Terminales, orçado em US$ 1 bilhão, e cujas obras podem começar em 2015.

A expansão de portos na América Central, México e Estados Unidos é uma tendência que se desenvolve com rapidez conforme se aproxima a conclusão das obras de ampliação do Canal do Panamá. Com a nova estrutura panamenha, os navios transportarão uma quantidade muito maior de contêineres.

Isso quer dizer que em outros portos os contêineres serão distribuídos a distintas partes por via marítima em navios menores ou por via terrestre. Os serviços de transporte e logística são uma oportunidade que os novos portos permitirão aproveitar.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL