Construção peruana deve voltar a crescer

By Fausto Oliveira18 July 2016

perú bandera

perú bandera

A Câmara de Comércio de Lima apresentou um estudo segundo o qual a construção crescerá 3,1% em 2016 e 3,7% em 2017.

A entidade afirmou que se isto realmente acontecer, a indústria da construção passaria a ser a quarta atividade da economia peruana, perdendo apenas para a mineração, serviços de eletricidade e água, e serviços comerciais.

Entre os fatores que explicam a reversão da construção no Peru, que perdeu 5,9% no ano passado, estão as promessas do novo presidente recém-eleito, e a possibilidade de uso de até 25% da poupança em previdência privada pelos poupadores, para compra da primeira moradia.

Na infraestrutura, as megaobras da linha 2 do metrô de Lima e outras seriam as responsáveis pela retomada do crescimento.

As estatísticas oficiais dão conta de uma melhora nos níveis mensais de crescimento setorial. Desde fevereiro, a construção vem crescendo, e em maio apresentou um resultado de 5,6% na comparação com abril.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
Colômbia: Pavimentando o futuro
O país está finalizando seu programa de projetos 4G enquanto dá os primeiros passos nas Concessões do Bicentenário.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL