Construção no Brasil vai crescer menos

By Fausto Oliveira20 August 2014

Brasil: casas populares

Brasil: casas populares

Com muitos setores da economia brasileira se ressentindo da menor atividade econômica nos últimos meses, essa semana a Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) anunciou uma redução nas expectativas de crescimento do setor para o ano. Se antes a previsão era de 2,5%, agora a entidade prevê entre 0% e 1% o número do ano.

A razão da má previsão é um conjunto de fatores. Aí se incluem o fim do ciclo de obras para a Copa do Mundo, e obviamente os atrasos naquelas que não ficaram prontas. Além disso, o avanço lento do programa de concessões rodoviárias interfere na expectativa negativa. Mas a câmara acredita que mais determinante do que isso é a não abertura da terceira fase do programa Minha Casa Minha Vida. E, claro, a desaceleração da economia está passando sua fatura.

As unidades habitacionais construídas por contratação do governo federal até agora nas duas primeiras etapas do Minha Casa Minha Vida somam ao redor de 3,75 milhões, entre casas e edifícios de apartamentos.

Mas as empresas construtoras reclamam que a falta de perspectiva com a terceira fase do programa as deixou sem possibilidade de planejar atividade futura, o que pode resultar em paralisação de atividades. Para compensar isso, a câmara quer um compromisso de quem for eleito em outubro pela ampliação da segunda fase do programa até julho de 2015, com a contratação de 350 mil novas unidades.

O governo da presidente Dilma Rousseff divulgou recentemente planos de uma terceira fase em que quase dobraria o número de unidades por construir, pondo em perspectiva a construção de 3 milhões mais. Mas isso jamais se confirmou e ainda que ela obtenha um novo mandato, a paralisação temporária do programa poderia ser inevitável.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Dicas para maior eficiência de equipamentos
Quatro dicas testadas ao longo do tempo para aumentar o tempo de atividade
AMMANN: Soluções competitivas e integradas
Com uma linhagem familiar de sucesso, a Ammann se destaca no cenário internacional desde 1869. Hans-Christian Schneider, atual CEO da Ammann, é a sexta geração a administrar a empresa que mantém sua curva de crescimento e notoriedade.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL