Construção chilena caiu 4,3% anual em julho

19 September 2017

Índice Mensal de Atividade da Construção acumula 11 meses consecutivos de variações negativas.

O Índice Mensal de Atividade da Construção (Imacon), elaborado pela Câmara Chilena da Construção (CChC) retrocedeu 4,3% interanuais em julho, número que, apesar de continuar nas variações negativas, mostra uma leve moderação na queda que já vem se repetindo há 11 meses.

O gerente de Estudos da associação, Javier Hurtado, afirmou que “este desempenho é coerente com o efeito de uma menor base de comparação e com o crescimento anual do índice de atividade dos setores mineradores (5,2%) e não mineradores (2,6%). Além disso, as expectativas dos empresários do setor, mesmo com altos e baixos, estão menos pessimistas em relação a 2016”.

Por sua vez, Sergio Toretti, presidente da CChC, afirmou que “se mantém o nível pequeno de novos projetos de investimento, o que incide fortemente no menor dinamismo da economia. Por isso, é urgente um acordo nacional para uma agenda público-privada que incentive novos investimentos e além disso ajude a modernizar nossa matriz produtiva“.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
As 50 principais
Um crescimento substancial nunca antes visto foi notado pelas principais empresas de construção da América Latina
Os 200 principais
Lista exclusiva da International Construction dos 200 maiores empreiteiros do mundo por vendas revela que a indústria parece ter colocado o impacto da pandemia no passado
A evolução do manipulador telescópico da Skyjack
Skyjack produz uma linha completa de telehandlers com sete modelos
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL