Concreto à vista

By Cristián Peters20 July 2011

Concrete Show

Concrete Show

Novas tecnologias em concreto para a construção civil e infraestrutura. Isso é o que a quinta edição da feira Concrete Show América do Sul oferecerá aos visitantes locais e internacionais esperados para este ano.

O evento que será realizado em São Paulo, Brasil, entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, acontece em um momento onde o mercado do cimento mostra resultados positivos. Segundo o Sindicato Nacional da Indústria do Cimento, os dados preliminares da indústria apontam que as vantagens do cimento para o mercado interno brasileiro no período de janeiro a maio de 2011 alcançaram 24,6 milhões de toneladas, um aumento de 7,1% sobre o mesmo período de 2010. O mesmo panorama pode ser visto nas vendas acumuladas do produto nos últimos 12 meses (de junho de 2010 a maio de 2011), quando alcançaram 60,8 milhões de toneladas, apresentando um incremento de 11,2% sobre o mesmo período anterior.

Por outro lado, dados do Sindicato da Construção de São Paulo (Sinduscon - SP) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) indicam que o Produto Interno Bruto (PIB) da construção deverá crescer entre 5% e 6% este ano. Inclusive, alguns estudos mostram que, até 2022, serão necessários investimentos de mais de 2 trilhões de reais (1,2 trilhões de dólares) em infraestrutura e mais de 3 bilhões de reais (1,9 trilhões de dólares) em vivenda.

Acompanhando esse ritmo positivo é que a empresa promotora de feiras UBM Sienna (joint venture entre a multinacional britânica UBM e a brasileira Sienna), organizadora do evento, espera ansiosamente pela realização do Concrete Show 2011, feira de soluções e tecnologia em concreto para a construção civil considerada a segunda maior do mundo.

O evento terá cerca de 500 expositores nacionais e internacionais que apresentarão novidades e lançamentos do mundo do concreto. A ideia é movimentar ainda mais o segmento e espera-se que a exposição seja uma plataforma comercial, com cerca de 750 milhões de reais (aproximadamente 470 milhões de dólares) em negócios iniciados durante a feira e fechados ao longo do ano.

"O objetivo do Concrete Show desde seu lançamento é atender as necessidades de seu público-alvo, trazendo tanto os principais fornecedores da cadeia da construção, quanto os principais compradores de todo o Brasil e países vizinhos, além de considerar em seu programa de conteúdo os principais assuntos, gargalos e soluções do setor", assegura a diretora geral da UBM Sienna, Cláudia Godoy. A ideia, conta, é que a feira se transforme em um evento obrigatório e imprescindível no cenário mundial.

E o Concrete Show já está nesse caminho, pois em apenas cinco anos cresceu 342%. "Estamos na quinta edição e desde o início só crescemos. Conseguimos, inclusive, exportar nosso conceito. No próximo ano, pela primeira vez, teremos o Concrete Show Índia", afirma a executiva.

Outro dos aspectos que Cláudia considera como responsável pelo momento positivo que vive o setor, o qual também está abrindo portas para a feira, é a segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), promovido pelo governo brasileiro, além dos futuros eventos esportivos da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. O PAC-2 prevê um total de investimentos de 958,9 bilhões de reais (cerca de 600,4 bilhões de dólares) no período de 2011 a 2014.

Para atender a crescente demanda de mercado, o Concrete Show será realizado esta vez em um pavilhão maior que o de anos anteriores: serão 53 mil m² de exposição no Centro de Exposições Imigrantes, localizado na zona sul da cidade de São Paulo. Mais de 27% dos expositores confirmados são novos e apresentarão pela primeira vez seus produtos na feira. Muitos são estrangeiros, inclusive alguns, também pela primeira vez, participam de um evento na América Latina. Entre os estrangeiros existe maior presença de argentinos, chilenos, uruguaios, peruanos e colombianos.

Também estarão presentes importantes organizações e companhias, como a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), a Associação Brasileira de Empresas de Serviço de Concreto (ABESC), Putzmeister, Liebherr, Gerdau e Schwing, entre outras.

Conforme explica Cláudia, "a feira é um evento completo, que contempla todas as áreas do mercado da construção civil e onde encontramos profissionais em plena atuação no mercado, dos quais muitos são tomadores de decisão de suas empresas".

Concrete Congress

O público presente também terá a opção de participar dos programas de conteúdo reunidos no Concrete Congress, que contará com cerca de 150 palestras. Os temas escolhidos para os seminários deste ano tem relação com os principais desafios e ameaças do setor; moradia; infraestrutura; Brasil dos esportes; normas; qualidade e competitividade; industrialização da construção; capacitação e qualificação profissional, além de construção sustentável, entre outras.

Outra das novidades do evento é o Global Infraestructure Forum (GIF), versão brasileira do mesmo fórum que é realizado em Londres. Este encontro acontecerá nos dias 1 e 2 de setembro e apresentará 30 conferências destinadas aos desafios gerenciais, políticos, sociais e comerciais para o desenvolvimento da infraestrutura, soluções e investimentos nos setores de energia, transporte, logística e saneamento, entre outros.

Segundo a diretora do evento, o quinto Concrete Congress tem o objetivo de debater e atualizar os profissionais da área com inovações, tecnologias e tendências mundiais. "Com o auge da construção civil, novas tecnologias surgiram para acompanhar as demandas, por isso a importância do evento para os profissionais da área", explica.

As empresas expositoras confirmadas para o Concrete Show 2011, os palestrantes e a programação completa, com datas e horários, podem ser encontrados na página do evento: www.concreteshow.com.br

Novidades presentes no Concrete Show:

Perfuradora EK 250 - Da CZN. Com múltiplas funções de alto desempenho, pode ser utilizada para estaca escavada, hélice contínua e estaca de deslocamento.

Máquina Idea - Da Schnell Brasil. Utilizada para montagem prévia de estruturas de qualquer forma e tipo, proporciona uma redução de aproximadamente 70% dos custos de montagem.

Teste de cargas e deslocamentos - Da Mac Protensão. Serviços especiais de teste de carga e deslocamento de grandes cargas, além dos serviços de protendido já reconhecidos pelo mercado.

Auto bomba e Central - Do Grupo Convicta. Auto bomba de alta vazão e uma central inédita para a dosagem do concreto.

Andaimes e Escoramento - Da Fortequip. Andaimes, escoramentos e acessórios para a construção civil utilizando processos tecnológicos de fabricação.

Estaca pré-fabricada Estrela - Da Foá Engenharia. Estaca pré-fabricada para fundações Estrela, uma inovação tecnológica brasileira: melhor cravado e menor deslocamento de volume, entre outras vantagens.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
América Latina em maturidade de estradas
Revisão de alguns dos principais projetos de construção de estradas da região, que envolveriam investimentos de mais de US$ 18 bilhões.
Principais locadoras da América Latina
Uma nova versão do Latam Rental 45 mostra que 2020 foi um ano complexo, mas a indústria foi resiliente
Off Highway Research: 2021 terá vendas recordes de equipamentos
Apesar da pandemia, as vendas globais de equipamentos de construção atingirão um recorde este ano...se a indústria puder acompanhar a demanda.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL