Concreto ganha espaço em residências

By Cristián Peters20 July 2011

Casa hormigón

Casa hormigón

O concreto tem ganhado espaço na hora de eleger um material para construção, tendo um papel cada vez mais relevante na indústria. De acordo com cifras entregadas pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) de Chile, nos últimos 12 meses aumentou o número de casas de concreto armado no mercado, cerca de 30%, na Região Metropolitana.

Segundo destaca o órgão, "nos últimos cinco anos a participação do concreto na construção de moradias triplicou, passando de 8,1% em abril de 2006 a 29,5% em abril deste ano. Cabe destacar que nos últimos doze meses, foram construídos quase 100 mil m² de moradias, isto baseado nas autorizações de edificações do INE".

Entre os fatores que foram determinantes para o aumento estão uma maior e mais ampla linha de fabricantes e equipamentos, novas tecnologias de construção e um menor uso de mão de obra especializada.

"As consultoras estão escolhendo este material devido às múltiplas vantagens que oferece, entre elas, porque controlam a qualidade da obra (diminuindo os consertos), aperfeiçoam o uso da mão de obra e aumentam a velocidade da construção. Deve-se também à múltipla oferta de sistemas de moldagem portáteis que não exigem guindastes, novos equipamentos de bombas no mercado de locação, armaduras pré-armadas e concretos bombeáveis de resistência rápida para uma rápida descofragem, que favorecem a construção mais acelerada", destaca Leonardo Gálvez, chefe de edificação do Instituto do Cimento e do Concreto do Chile (ICH, sigla em espanhol).

Solidez e durabilidade

Com relação ao segmento de empresas que hoje que está preferindo o concreto, as iniciativas estão centradas em projetos habitacionais com propriedades cujo valor de venda está entre os 67 mil dólares e 134 mil dólares.

Entre as vantagens deste tipo de construção também está a excelente qualidade de construção, solidez, durabilidade, manutenção "quase zero", excelente isolamento acústico e de resistência ao fogo e um grande comportamento térmico alcançado com soluções isolantes, entre outros aspectos. Além disso, a incorporação do processo industrializado nas obras agrega outros importantes atributos, tanto para os trabalhadores como para as construtoras, como mais higiene na obra, mais segurança, maior velocidade de construção, entre outros.

Gálvez, também destaca que graças à industrialização das moradias de concreto, foi diminuído o prazo de execução dos projetos, "em termos práticos, com a construção das casas de concreto em conjuntos massivos, é possível executar o mesmo projeto em dois a quatro meses menos (que o normal), o que permite reduzir os gastos gerais e gerando gastos menores por cada unidade de moradia. Isso significa que com o mesmo orçamento, as imobiliárias podem desenvolver mais unidades ao ano, oferecendo produtos de melhor qualidade a um preço mais competitivo", conclui.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
América Latina em maturidade de estradas
Revisão de alguns dos principais projetos de construção de estradas da região, que envolveriam investimentos de mais de US$ 18 bilhões.
Principais locadoras da América Latina
Uma nova versão do Latam Rental 45 mostra que 2020 foi um ano complexo, mas a indústria foi resiliente
Off Highway Research: 2021 terá vendas recordes de equipamentos
Apesar da pandemia, as vendas globais de equipamentos de construção atingirão um recorde este ano...se a indústria puder acompanhar a demanda.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL