Como escolher o melhor carregador de baterias de chumbo-ácido

Há como evitar, por exemplo, alto consumo de eletricidade.

Além dos procedimentos corretos, ter carregadores compatíveis com a bateria de tração e que forneçam um fluxo de energia controlado e na medida certa é fundamental para manter a vida útil das empilhadeiras e outros equipamentos intralogísticos para movimentação de estoque. Pois estima-se que 60% dos danos às baterias muito usadas em empilhadeiras e plataformas elevatórias estão associados ao uso de carregadores inadequados.

Foto: Fronius

Segundo Bruno Caetano, consultor de vendas da unidade Perfect Charging, da Fronius do Brasil, especializada em soluções de carregamento de baterias, a escolha deste equipamento não se deve basear apenas no preço e no tipo de bateria usado na frota, mas também na potência e capacidade. Pois, dependendo do modelo escolhido, pode-se obter a médio e longo prazo uma economia de até 30% em média na conta de luz e de até 50% do custo operacional de uma intralogística.

Nesse sentido, saber o que se está por dentro de cada carregador de veículos elétricos, como as funções disponíveis, modo de operação, características e diferenciais que ajudam a tornar o processo de carga mais eficiente também é fundamental para fazer a escolha certa e prolongar a vida útil dos equipamentos. Para isso, o executivo da Fronius faz as seguintes recomendações para líderes e gestores de intralogística, que precisam considerar cada detalhe para fazer uma compra assertiva e otimizar o investimento realizado.

O que deve se saber sobre carregadores 

Diferentemente do que se imagina à primeira vista, os carregadores não abastecem a energia para bateria da mesma forma.

Os carregadores convencionais, de 60 hertz, iniciam o carregamento fornecendo uma corrente mais alta até atingir uma determinada tensão, em que a bateria registra menor capacidade de absorção de energia, e reduz a curva de carga gradativamente. A vantagem deste modelo de equipamento é o custo menor, porém a carga inicial alta provoca superaquecimento da bateria e danos internos, sem falar o alto consumo de eletricidade.

Há os carregadores alta frequência (HF) que operam em frequência maior, na casa dos mega hertz, e contam com recursos para controlar a saída de energia e nível da corrente, de acordo com as condições da bateria, assim como o desligamento automático. Caso a bateria esteja muito descarregada, o carregador HF pode iniciar o carregamento com corrente mais baixa aumentando gradativamente, evitando a sulfatação (acúmulo de sulfato de chumbo nos componentes internos). Ao promover um carregamento mais cuidadoso e seguro, evita-se o superaquecimento da bateria, prolongando a sua vida útil e ainda gera maior economia de e nergia.

Tecnologia agregada - “Mesmo entre os carregadores convencionais ou de alta frequência há muitas diferenças entre um modelo e outro em termos de tecnologia que precisam ser levados em conta”, afirma Caetano. Segundo o executivo, esses diferenciais tecnológicos são fundamentais para otimizar o carregamento, bem como a economia gerada com o aumento da durabilidade dos veículos e maquinários, menos manutenção e por dispensar a cessórios extras para agilizar a carga.

Alguns carregadores de baterias de chumbo-ácido, como os da linha Selectiva 4.0, da Fronius, por exemplo, reúnem todos os recursos de um sistema HF e também funções avançadas, como processo de carregamento Ri, que ajusta o fornecimento de energia elétrica de acordo com as condições, tempo de uso e a resistência da bateria. Como o sistema promove maior eficiência no carregamento (em torno de 84% contra 74% dos similares do mercado), também realiza carregamento em menos tempo, o que dispensa uma bomba de circulação de eletrólitos (EUW).

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL