Colômbia reduz riscos para investimentos no 4G

By Fausto Oliveira07 February 2014

4GColombia

4GColombia

A Agência Nacional de Infraestrutura da Colômbia (ANI) divulgou regras de diminuição de riscos para as empresas que queiram participar das licitações de seu grande plano de construção rodoviária conhecido como 4G.

Em comunicado, a ANI informou que vai compartilhar metade dos riscos associados com possíveis mudanças tributárias futuras. Além disso, as concessionárias das obras receberão compensações financeiras no caso de que as obras sejam paralisadas por eventos inesperados.

As medidas estão pensadas para atrair mais competidores às licitações que a ANI vai fazer durante o ano. A quarta geração de concessões viárias (4G) é a grande aposta da Colômbia para superar um déficit histórico na sua infraestrutura rodoviária.

O valor inicial do plano, que pressupõe a construção de 34 autopistas conectando todo o país, é de US$ 24,2 bilhões. Fontes do mercado, entretanto, dizem que o valor pode ser maior.

Há consenso na Colômbia que o Estado e os bancos nacionais não conseguirão pagar esse plano sem aportes financeiros internacionais. Por essa razão, o plano se desenvolver por meio de parcerias público-privadas com os vencedores das licitações.

Mas para atrair os investidores internacionais, a ANI está mobilizando distintas iniciativas que diminuem a percepção de riscos associados aos projetos, como uma nova lei de infraestrutura e uma engenharia financeira que oferecerá garantias ao investimento privado.

A edição janeiro fevereiro de Construção Latino-Americana traz uma grande reportagem sobre o plano 4G de concessões rodoviárias na Colômbia. A revista pode ser baixada ou lida online grátis.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
América Latina em maturidade de estradas
Revisão de alguns dos principais projetos de construção de estradas da região, que envolveriam investimentos de mais de US$ 18 bilhões.
Principais locadoras da América Latina
Uma nova versão do Latam Rental 45 mostra que 2020 foi um ano complexo, mas a indústria foi resiliente
Off Highway Research: 2021 terá vendas recordes de equipamentos
Apesar da pandemia, as vendas globais de equipamentos de construção atingirão um recorde este ano...se a indústria puder acompanhar a demanda.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL