Cimenteira suíça reclama pagamento à Venezuela

By Milena Jiménez06 October 2014

Planta de Cemento

Planta de Cemento

A cimenteira suíça Holcim anunciou que não recebeu um pagamento pendente no valor de US$97,5 milhões pela nacionalização de uma de suas fábricas na Venezuela. Segundo o comunicado, a Corporação Socialista Do Cimento S.A, que administra a fábrica agora, tinha como prazo máximo dia 10 de setembro para realizar a operação.

A marca suíça anunciou sua disposição, caso for necessário, de recorrer à justiça para executar o pagamento da dívida. A Holcim prevê uma fusão com o grupo francês Lafarge e em 2010 recebeu US$650 milhões por parte da Venezuela pelo seu plano de nacionalização.

No entanto, esta não é uma situação nova. Em março de 2009, a Holcim apresentou um recurso por falta de pagamento a um tribunal de arbitragem do Banco Mundial, o Centro Internacional de Diferenças relativas a Investimentos (CIADI), após que em 2008 a Venezuela aceitou pagar US$552 milhões pelo 85% de suas filiais no país.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
Colômbia: Pavimentando o futuro
O país está finalizando seu programa de projetos 4G enquanto dá os primeiros passos nas Concessões do Bicentenário.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL