China compete novamente pelo trem bala mexicano

07 January 2015

tren rapido méxico adjudicación

tren rapido méxico adjudicación

A China Railway Construction participará novamente na licitação do trem bala México-Querétaro. Isto após de que o consórcio, liderado pela empresa chinesa, obteve a concessão que dias depois foi revogada inesperadamente pelo governo de Enrique Pena Nieto.

O cancelamento da primeira licitação deveu-se a suspeitas de irregularidades no processo. Enquanto o México tinha orçado uma cifra de US$3,75 bilhões, o consórcio, único em apresentar oferta, venceu propondo um orçamento de US$4,32 bilhões.

Ainda não está claro se as outras empresas que pertencem ao consócio vão participar na nova licitação, que terá suas bases publicadas dia 14 de janeiro, segundo anunciou a Secretaria de Comunicações e Transportes do país (SCT).

Este será o primeiro trem bala da América Latina. A linha terá 210 quilômetros de extensão, serão transportados 25.000 passageiros por dia, e o trem alcançará 300 quilômetros por hora. Trata-se da primeira etapa de um projeto que pretende conectar a Cidade do México com o norte do país.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL