Chile recebe propostas para aeroporto

07 January 2015

MOP-ofertas-Aeropuerto-Chile

MOP-ofertas-Aeropuerto-Chile

O Ministério de Obras Públicas (MOP) do Chile recebeu ofertas para o projeto de reformas do aeroporto de Santiago, Arturo Merino Benítez, que prevê investimentos de US$630 milhões.

Cinco consórcios, nacionais e internacionais, apresentaram suas propostas técnicas e econômicas. Os interessados foram: Grupo Pudahuel (Ferrovial Aeropuertos Chile S.P.A, Echeverría Izquierdo S.A., Icafal Inversiones S.A. e Ferrovial S.A.); Grupo Consorcio Aeroportuario AMB (Agunsa S.A. e Concesiones Viarias Chile Tres S.A.); Grupo Aeropuerto Santiago (Grupo Costanera S.P.A. e Atlantia S.P.A.); Consórcio AMB (OHL Concesiones Chile S.A.; Grupo Odinsa S.A. e Flughafen Zurich AG); e Grupo Nuevo Pudahuel (Vinci Aeroports S.A.S.; Aeroports de Paris S.A. e Astaldi).

Segundo o MOP, “após o processo interno de avaliação dos aspectos técnicos das ofertas, dia 04 de fevereiro vão avaliar-se as propostas econômicas para saber quem será o próximo concessionário do Aeroporto Arturo Merino Benítez”.

Alberto Undurraga, titular da pasta, assinalou que “esta é uma licitação extraordinariamente importante para o Chile desde várias perspectivas: primeiro, em padrão de aeroporto para que tenhamos um de categoria mundial; segundo, pela confiança que demostram os investidores e a magnitude do investimento; e terceiro, porque incentiva o sistema de concessões no país”.

A nova concessão começa em outubro de 2015 e tem prazo de 20 anos. O projeto abrange obras como a construção de um novo edifício de terminal de passageiros, a reforma do atual terminal para voos nacionais, e o aumento na quantidade de estacionamentos, que vai passar de ter 3.800 a 7.800 lugares.

Quando a reforma estiver finalizada, o aeroporto terá capacidade para receber 30 milhões de passageiros por ano, hoje sua capacidade é de 15 milhões.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL