Chile promete US$1 bi em aeroportos

By Milena Jiménez23 December 2014

ministro undurrga inspeccionando aeropuerto Chile

ministro undurrga inspeccionando aeropuerto Chile

Para 2015, o Chile espera investir US$1 bilhão em terminais aéreos, segundo assinalou o titular do Ministério de Obras Públicas (MOP) desse país, Alberto Undurraga.

“O Chile requer mais e melhores aeroportos, tanto nas pequenas como nas grandes cidades. Em 2014 estamos realizando um investimento de US$270 milhões e para 2015 esperamos chegar a investimentos de mais de US$1 bilhão em diferentes aeródromos e aeroportos ao longo de todo o país”, declarou o ministro.

Segundo a pasta, dessa cifra, US$833 milhões serão concessões a privados. Só a nova licitação do aeroporto de Santiago Arturo Merino Benítez (AMB) representa um investimento próximo aos US$700 milhões. Os trabalhos atualmente em execução na pista do AMB registram 60% de avanço e têm como objetivo melhorar as condições se segurança e operação da pista de 3.800 metros, a principal do terminal aéreo. Esta etapa tem previsão para ser concluída em dezembro de 2016.

Undurraga destacou que ela faz parte de um conjunto de obras que serão realizadas no recinto, e que estarão divididas em quatro etapas. “A primeira foi a ampliação das salas de embarque e desembarquem polícia e alfândega que já está terminada. A segunda e a terceira etapa já estão em execução e abrangem a construção dessa pista e de 16 plataformas de estacionamentos para aviões, e a quarta etapa é a ampliação definitiva para receber 30 milhões de passageiros, com recepção de ofertas dia 30 de dezembro”, agregou o ministro.

Alguns dos outros aeroportos que já forma ou serão reformados são o de Iquique, Calama, La Serena Concepción e Temuco.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
AMMANN: Soluções competitivas e integradas
Com uma linhagem familiar de sucesso, a Ammann se destaca no cenário internacional desde 1869. Hans-Christian Schneider, atual CEO da Ammann, é a sexta geração a administrar a empresa que mantém sua curva de crescimento e notoriedade.
Por que a medição de tráfego é importante?
Como o fornecedor de infra-estrutura Caltrans leva o monitoramento de tráfego para o próximo nível com as Estatísticas KiTraffic da Kistler
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL