Chile dá sinal verde à construção de termoelétrica

17 November 2014

proyecto termoeléctrico a carbón

proyecto termoeléctrico a carbón

A construção da termoelétrica a carvão Punta Alclade por parte da empresa chilena ENDESA deu um novo passo. O Comitê de Ministros ratificou a decisão da Corte Suprema de aprovar a construção da usina.

As autorizações ambientais têm sido um desafio para o projeto. No ano passado a prefeitura de Huasco, junto com organizações ambientalistas e comunidades indígenas da zona, apresentaram na justiça um pedido de embargo que buscava frear a construção da termoelétrica.

Somado a isto, há poucas semanas, versões de imprensa afirmaram que a empresa teria adiado a construção da usina devido à falta de clareza da demanda devido a paralizações de projetos de mineração na região, e a crescente oferta e progressiva preferência que o país tem adotado pelas energias limpas. A empresa ainda não se pronunciou a esse respeito.

O projeto, que será construído na região de Atacama, norte do país, abrange a construção e operação de duas unidades de geração, 740 MW de capacidade instalada e investimento por US$1,4 bilhão. Devido ao tamanho da usina, a empresa estima em nove anos seu prazo de execução.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL