Chile assina projeto de lei para a reconstrução

15 April 2015

inundación Chile

inundación Chile

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, assinou um projeto de lei que busca financiar a reconstrução de parte da região norte do país, que foi parcialmente destruída por recentes alagamentos.

A iniciativa vai destinar US$500 milhões para o processo, através da denominada Lei Reservada do Cobre, que permite a utilização de recursos provenientes das vendas do cobre da estatal Codelco.

“Com estes recursos vamos poder abordar o desafio de construção, reconstrução, reposição, remodelação, reforma e reabilitação de infraestrutura”, disse a governante.

O Governo enviou o projeto com discussão imediata, e como já conta com o apoio unânime dos parlamentários, deve ser aprovado durante os próximos dias. O texto apresentado ao congresso assinala que “os múltiplos e graves danos provocados pela catástrofe justificam realizar um ajuste nas prioridades do gasto público”, além de propor uma modificação legal que permita “proporcionar os recursos necessários para executar o processo de reconstrução das zonas afetadas”.

Mais recursos

O porta voz do Governo, Álvaro Elizalde, disse que o processo de reconstrução em total vai demandar, ao menos, US$1,5 bilhão.

O ministro explicou então que, além dos US$500 milhões provenientes da Lei Reservada do Cobre, US$1 bilhão será incluído na Lei de Orçamento do país dos anos 2016, 2017 e 2018.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL