CBA tem lucro líquido de R$ 100 milhões no terceiro trimestre

A receita líquida consolidada foi de R$ 2,2 bilhões, levemente inferior (-2%), na mesma base de comparação.

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) teve um lucro líquido de R$ 100 milhões no terceiro trimestre de 2022 — nesse mesmo período, em 2021, a empresa computou prejuízo de R$ 41 milhões. A receita líquida consolidada foi de R$ 2,2 bilhões, levemente inferior (-2%), na mesma base de comparação.

Segmentos de primários e reciclagem são os drivers de aumento nas vendas de alumínio no trimestre. Foto: CBA

De acordo com a empresa, o EBITDA ajustado (sigla em inglês para designar lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) teve aumento de 5%, saindo de R$ 314 milhões em igual trimestre de 2021 para R$ 331 milhões, com as margens EBITDA nos respectivos períodos de 14% e 15%.

O resultado reforça a performance financeira saudável da empresa, apesar da manutenção das incertezas do cenário macroeconômico global, que resultaram em queda do preço do alumínio na London Metal Exchange (-11%) no período analisado.

Em comparação ao terceiro trimestre de 2021, o volume de vendas de alumínio foi de 129 mil t, alta de 4%. No segmento de primários, o total comercializado também subiu 4%. Em reciclagem, houve um incremento de 34% do volume vendido, com 30 mil t, refletindo a integração da Alux, que contribuiu com 7 mil t.

CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL