Cavando profundo

By Cristián Peters20 July 2011

Volvo EC300D

Volvo EC300D

O que é que procuram os usuários de escavadeiras hoje em dia? Em primeiro lugar, segurança. Com ela em mente, e gozando de rendimento, conforto e economia de combustível, os benefícios não demoram a chegar. Sobre esteiras ou rodas, as companhias fabricantes incorporam novas tecnologias para alcançar o produto específico que satisfaça as necessidades de seus clientes.

Um exemplo disso é a linha de escavadeiras Case CX B, composta pelos modelos CX130B, CX160B, CX210B, CX240B, CX290B, CX350B e CX470B, que vão desde 110 hp até 362 hp de potência e que se destacam por sua economia de combustível, alta produtividade, maior conforto para o operador e simplicidade na manutenção.

Essa série oferece uma notável diferença no aproveitamento do combustível graças ao sistema de injeção direta de alta pressão e um sistema hidráulico redesenhado, que proporciona uma redução de até 7% no consumo. "A maior eficiência energética significa uma grande economia para o proprietário", comenta Edmar de Paula, gerente de marketing de produto da Case. "Estas escavadeiras tem uma potência maior e economizam combustível, o que resulta em um significativo aumento na produtividade, isso significa mais metros cúbicos de material por litro de combustível", explica.

A maior potência hidráulica destas escavadeiras implica menores tempos de ciclo e um maior volume de movimento de material por hora. "As escavadeiras estão equipadas com circuitos regenerativos de fluxo hidráulico na lança e no braço, assim como no mecanismo de movimento da caçamba, o que diminui o tempo de ciclo necessário para enchê-la", comenta De Paula. Os cilindros hidráulicos com diâmetros maiores geram forças escavação mais altas, enquanto os níveis de ruído no interior da cabine com isolamento acústico estão entre os mais baixos da indústria.

Fortalecendo a potência hidráulica

A nova escavadeira hidráulica 374D da Cat, que vem para substituir a 365C, combina potência agregada, um sistema hidráulico mais forte e um maior peso com o objetivo de melhorar o rendimento geral, seja para a abertura de valas, carga, levantamento ou manipulação de acessórios. Como complemento destes aspectos básicos de desenho estão as melhorias ao trem de rodagem, a segurança e a facilidade de serviço, uma nova linha de caçambas, assim como as características para conveniência do operador.

Equipada com um motor C15 da Cat, de 355 kW (476 hp), cumpre com a norma Tier 3/Stage IIIA, e proporciona à 374D 18% mais de potência que sua antecessora. Por sua vez, o sistema hidráulico da 374D oferece um incremento de 10% no fluxo e um ganho de 9% na pressão principal, o que aumenta de maneira significativa a potência hidráulica, que é combinada com cilindros da caçamba e um braço escavador maior e mais potente. O braço escavador é 17% mais potente e as forças da caçamba por sua vez são 12% mais potentes em máquinas com a configuração padrão de lança de braço. Para unidades na configuração de escavação de grande volume, as forças do braço escavador também aumentam 17% e, as forças da caçamba, 5%.

As outras novidades nos circuitos hidráulicos da 374D são as válvulas de regeneração controladas eletricamente, que garantem uma resposta positiva da lança e dos cilindros do braço escavador. Para reduzir ainda mais os tempos de ciclo, as novas válvulas geram economia de combustível estimada em mais de 2%.

Economia de combustível

A Komatsu expôs na Exponor (evento que foi realizado nos dias 13 e 17 de junho, em Antofagasta, no Chile) a escavadeira híbrida HB215-1, modelo que tem a capacidade de alcançar uma economia de combustível de até 35% (testes realizados na Komatsu), em comparação com outras máquinas convencionais.

Lançada em 2008, no Japão, como o primeiro equipamento híbrido do mundo, o equipamento está disponível para os mercados da China, da América do Norte e agora do Chile, onde já existem cinco equipamentos em teste.

Babe destacar que em março deste ano, durante a ConExpo 2011, foi lançada a segunda geração de escavadeiras híbridas (HB215LC-1).

O sistema da Komatsu converte a energia cinética em elétrica durante a freada da estrutura superior da escavadeira. Esta é armazenada no condensador, para logo apoiar os aumentos instantâneos de potência do motor nos momentos de aceleração e demanda de torque.

O sistema híbrido não é o único responsável da redução do consumo de combustível. Apesar de que a PC200LC-8 convencional utiliza um motor de seis cilindros, a escavadeira híbrida é impulsada por um motor de quatro. Como resultado esta escavadeira funciona a baixas revoluções (rpm) em um regime de inatividade, tendo dessa forma um consumo muito menor que uma similar de seis cilindros.

Crescendo ao máximo

A nova DX700LC, que é a maior escavadeira sobre esteiras da Doosan, está desenhada e construída para satisfazer as necessidades da mineração e das aplicações de trabalho pesado, assim como os principais projetos de construção de infraestrutura. Seu carro comprido (LC), combinado com seu trem estendido a uma largura de trabalho máxima de 4.000 mm, oferece uma ótima estabilidade e segurança em todos os tipos de escavação, elevação e carga de aplicações.

Para cumprir com diversos requisitos, o equipamento conta com três braços de longitude variável. Equipada de série com um braço de 2.900 mm, a DX700LC oferece uma profundidade máxima de escavação de 7.765 mm, uma altura máxima de escavação de 12.040 mm. O raio de giro mínimo de traseira é de 4.090 mm.

A força de escavação na caçamba é de 34,8 toneladas, enquanto no braço é de 33,5 toneladas. Graças ao torque de giro elevado (22.070 kgf.m), pode trabalhar de maneira eficiente em inclinações.

A DX700LC é alimentada por um motor Isuzu AH-6WG1XYSC turbo diesel de seis cilindros que proporciona 345 kW (463 hp).

Junto com o motor, o sistema hidráulico da DX700LC está desenhado para proporcionar um rendimento excepcional com uma economia de consumo de combustível. Um novo modo de controle proporciona a potência e eficiência perfeitas para todas as condições de funcionamento.

Automáticos

A linha de escavadeiras sobre rodas JCB está composta de cinco máquinas que cobrem uma classificação de 13 a 22 toneladas: os modelos JS130W Auto, 145W Auto, 160W Auto, 175W Auto e 200W Auto, e que, de acordo com a empresa, são produtivos, confortáveis e rentáveis para seu funcionamento.

O sistema hidráulico e a potência do motor são controlados pelo Sistema de Gestão Avançada da JCB, o qual oferece uma seleção de quatro modos de funcionamento: Auto, Econômico, Precisão e Elevação, que permitem ao operador eleger a quantidade de potência e velocidade que necessitam para uma operação determinada.

Os motores estão equipados com um sistema regulador isócrono que reage às necessidades hidráulicas quando é trabalhada e, em consequência, ajustada automaticamente a potência do motor. O resultado é uma maior capacidade de resposta e tempos de ciclo mais rápido, melhorando significativamente a produtividade.

Em termos de escavadeiras sobre esteiras, a marca apresenta uma linha de 17 equipamentos técnicos desde as 11 toneladas até as 36 toneladas.

Os modelos JZ140, JS145 e todos os modelos desde a JS190 são alimentados por um motor Isuzu de alto rendimento, compatível com o Tier 3. Estes últimos, além de dar máxima eficiência, baixos níveis de ruído e emissões, são muito mais potentes que seus antecessores. O torque nos novos modelos também foi aumentado 27%.

No entanto, os modelos JS160 e JS180 estão equipados com um motor JCB Dieselmax, que tem uma potência de 97 kW (130 hp) e também conta com uma capacidade maior de fluxo da bomba (2 x 164 l/min).

Mais limpos e potentes

A introdução da norma Tier 4 Interim na América do Norte fez com que a Volvo entre a uma nova dimensão de baixas emissões e alta produtividade com suas escavadeiras sobre esteiras EC340D, EC380D y EC480D, cujos pesos operacionais vão de 75 mil a 111 mil libras.

Construídas para tarefas de produção pesadas como abertura de valas, carga, movimento de rochas ou construção em geral, estes modelos oferecem energia confiável com um torque elevado, junto com a redução das emissões, o consumo de combustível e o ruído.

O motor turbo diesel de injeção direta de alta pressão Volvo oferece uma potência máxima de 208 kW (179 hp) para os modelos EC340D e EC380D, e 245 kW (333 hp) para o EC480D. As três máquinas contam com um sistema automático que reduz a velocidade do regime de baixas rotações por minuto do motor quando as alavancas e os pedais não se ativam, o que ajuda a eficiência no consumo de combustível e reduz o ruído externo.

Cinco modos de trabalho (Idle, Fine, General, Heavy e Power-Max) permitem aos usuários selecionar rapidamente a melhor forma para a operação, tudo desde o interior da cabine. Podem ser manipulados até 18 acessórios diferentes, adaptar o caudal hidráulico e (opcionalmente) a pressão, de acordo às necessidades específicas da ferramenta que é utilizada.

Com a contribuição dos usuários

A John Deere lançou três escavadeiras de sua série G que são resultado direto da colaboração entre seus clientes e seus engenheiros. Os novos modelos da série, 250G, 290G e 350G, de 25, 29 e 35 toneladas respectivamente, vão de 191 hp a 299 hp.

Os equipamentos contam com motores Tier 4 Interim e maior potência. "Incrementamos a potência e a hidráulica dos equipamentos, permitindo que os clientes satisfaçam suas necessidades de emissões locais, sem sacrificar o rendimento", afirma Mar Wall, gerente de marketing das escavadeiras John Deere. "O resultado final é 8% mais produtividade. Nossos clientes podem fazer mais, mais rápido", agrega.

Cabe destacar que, para aqueles países que não exigem cumprir com esta norma, estão os motores Tier 3 e Tier 2.

Dentro da associação com seus clientes, foi redesenhado todo o interior da cabine e os monitores informativos.

A nova Série G também mantém uma série de características chave de sua antecessora série D, tais como o sistema de gestão Powerwise III, que equilibra o motor e o rendimento hidráulico. Um caudal hidráulico abundante e uma melhor medição garantem uma poderosa força de escavação, um controle preciso de baixo esforço e excelente funcionamento de múltiplas funções.

Baldes para trabalho pesado

O grupo Paladin Construction apresenta, entre seus produtos, os baldes para trabalhos pesados e severos, CP, que são construídos para uma máxima durabilidade e estão disponíveis em larguras de entre 10 e 84 polegadas e para miniescavadeiras e escavadeiras de até 200 mil libras (90 toneladas).

Lâminas curvas laterais de uma peça única de T-1 (aço de muito alta resistência ao desgaste e excelente acabado) e proteção lateral contra o desgaste prematuro das faces da caçamba, enquanto que o "duplo fundo" de ¾ de polegada de espessura resistente à abrasão se transforma em uma barreira efetiva e leve, entre a caçamba e o material.

Os dentes da caçamba e uma beirada de corte de T-1 com tripla soldagem permite cavar agressivamente o material, proporcionando uma escavação mais rápida e uma menor tensão para a máquina.

As caçambas para trabalhos pesados, CP Heavy-Duty, apresentam disponíveis capacidades de golpe entre 0,037 y3 (0,028 m3) e 5,7 y3 (4,3 m3). No entanto, as caçambas para trabalhos severos, CP Severe-Duty, estão disponíveis em tamanhos de 0,106 y3 (0,08 m3) a 3,9 y3 (2,9 m3).

Hanix Europe entra ao mercado brasileiro

A Hanix Europe divulgou que foi nomeada a empresa Argos Global Partner Services como representante da marca no Brasil.

Apesar de que o mercado da construção é algo novo para Argos GPS, a companhia ingressou por meio da entrada de uma linha de minicarregadeiras Vectra ao Brasil, graças às quais estabeleceu rapidamente uma rede de distribuidores chaves no país.

"Estamos felizes de ter a Argos GPS como representante das miniescavadeiras Hanix no Brasil. Se trata de uma organização com visão de futuro e muito entusiasta com as perspectivas de vendas da marca. O Brasil é um dos principais mercados para equipamentos de construção no mundo e a Hanix está totalmente comprometida em proporcionar suporte de primeira classe para assistir a Argos GPS em seus esforços de venda", destaca Paul Hyslop, diretor de vendas e marketing da Hanix Europe.

O primeiro lote de miniescavadeiras Hanix que será enviado ao Brasil está composto por quatro máquinas: os modelos H22B, H26C y H36C, além de um H36CR.

Innovative Equipment lança miniescavadeiras rebocáveis

A Innovative Equipment criou uma nova linha de miniescavadeiras rebocáveis TMX. Com um sistema de enganche e desenganche rápido, estes equipamentos podem ser conectados a uma camionete padrão de meia tonelada, um furgão ou um veículo leve de reboque, permitindo uma importante economia de combustível.

Com um peso de apenas 2,941 libras (1,5 toneladas), a TMX proporciona uma profundidade de escavação de oito pés (2,4 metros) e uma força de escavação de 6.600 libras (2.990 kg), 21% acima de equipamentos de características similares.

"Algo que a gente pode considerar surpreendente, no uso de uma miniescavadeira, é a potência que oferecem, que não é tão mini. Apesar de que o equipamento é leve, proporciona um golpe bastante potente e oferece uma solução para qualquer projeto de escavação, grande ou pequeno", destaca Chris Osswald, presidente da Innovative Equipment.

As miniescavadeiras rebocáveis TMX estão disponíveis em modelos a gasolina ou a diesel. O modelo à gasolina Subaru conta com 28hp, enquanto que a versão diesel é propulsado por um motor de 21,5 hp Kubota.

LBX estabelece subsidiária no Brasil

A LBX fabricante das escavadeiras Link-Belt, estabeleceu uma companhia subsidiária no Brasil, que permitirá à empresa concretizar sua estratégia de crescimento internacional.

"Nossos equipamentos foram especialmente adaptados para apoiar e sustentar o crescimento da economia e o desenvolvimento de infraestrutura brasileira", destaca Robert Harvell, presidente da companhia. "Mediante o estabelecimento da LBX no Brasil, também seremos capazes de aproveitar melhor as oportunidades através do Mercosul", afirmou.

No final de 2011, esta sede latino-americana estará estabelecida em Itu, em São Paulo. Entre os projetos futuros da LBX, está o estabelecimento de um centro de distribuição de peças e locais de demonstração. As oficinas contarão com pessoal de vendas e suporte de produtos, que prestarão apoio de pré e pós-venda a seus distribuidores, inclusive com soluções de financiamento.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
América Latina em maturidade de estradas
Revisão de alguns dos principais projetos de construção de estradas da região, que envolveriam investimentos de mais de US$ 18 bilhões.
Principais locadoras da América Latina
Uma nova versão do Latam Rental 45 mostra que 2020 foi um ano complexo, mas a indústria foi resiliente
Off Highway Research: 2021 terá vendas recordes de equipamentos
Apesar da pandemia, as vendas globais de equipamentos de construção atingirão um recorde este ano...se a indústria puder acompanhar a demanda.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL