Cambio baixo deve fortalecer exportações de insumos

By Juliana De Andrade19 February 2016

insumos 2

insumos 2

Segundo informe divulgado pela Abramat (Associação Brasileira de Materiais de Construção) a desvalorização da moeda brasileira deverá favorecer as exportações de insumos em até 10%, porém, deve reduzir a compra dos importados em até 30% neste ano.

Com isso, as exportações brasileiras no setor da construção civil voltarão a superar as compras de materiais advindos de outros países. Que por conta do real desvalorizado se reduziram muito no passado, em 2009 o Brasil exportava para 40 países, hoje, só 10% de nossa produção no setor se destina ao exterior agora, alguns setores como o de vidro e materiais elétricos já retomaram a medida.

Segundo a entidade, a vantagem só não é maior por conta do aumento nos custos de produção, porém, essa taxa cambial deve levar ainda a uma queda no consumo interno no setor de revestimentos, por exemplo, que este ano deve vender cerca de 30% de sua produção a outros países.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
Colômbia: Pavimentando o futuro
O país está finalizando seu programa de projetos 4G enquanto dá os primeiros passos nas Concessões do Bicentenário.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL