Câmara venezuelana pede mudanças na economia

By José Salinas21 November 2016

A Câmara Venezuelana da Construção (CVC) pediu mudanças nas políticas públicas para impulsionar o crescimento do setor. Em comunicado à imprensa do país, a entidade reafirmou que a crise profunda pela qual passa o país não é responsabilidade do setor privado.

A entidade indica que as cifras oficiais são de queda na produção das empresas que foram estatizadas: “a siderúrgica está produzindo 10% do que produzia na época em que foi nacionalizada; as cimenteiras estão a menos de 40% e a contínua desvalorização descapitalizou os bancos, o que gera uma escassez de financiamento ao mercado. Como consequência disso e de um marco legal adverso, o setor de construção hoje continua caindo, já por vinte e oito trimestres consecutivos”.

De acordo com a câmara, se perderam 1,2 milhão de empregos diretos dentre a mão de obra qualificada para a construção.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Um ponto fora da curva…
O Brasil, na contramão de muitos países que se viram seriamente afetados pela crise sanitária mundial, se estabelece dia após dia como potência econômica no que tange a indústria e tal propensão se fortalece com o número de obras que se difundem por todo território nacional.
Energia do futuro
Como grupos geradores e sistemas de armazenamento baseados em bateria podem substituir a energia a diesel.
Construção centro-americana
A pandemia e economias fortemente dependentes tornam a recuperação desta região mais complexa.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL