BNDES financia coprocessamento de cimento

11 October 2017

Crédito de R$ 23 milhões foi concedido à Votorantim Cimentos. 

votorantim edealina

Edealina

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou um financiamento de R$ 23 milhões para a Votorantim Cimentos – a maior do país – para aumentar seus níveis de coprocessamento.

O aporte do banco público representará quase a metade de um investimento de R$ 43 milhões pretendido pela Votorantim em duas de suas unidades para substituir a queima do coque de petróleo por pneus e outros resíduos sólidos nos fornos cimenteiros.

As unidades em questão são as fábricas de Salto de Pirapora, no estado de São Paulo, e Edealina, em Goiás. Na primeira, o potencial de redução de uso do coque é de até 20%, enquanto em Edealina o número chega a 30%.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Como o planejamento da elevação está integrado à segurança e aos negócios?
Hannah Sundermeyer conversa com especialistas em engenharia sobre o estado atual do planejamento de elevadores
Construção de Rodovias: O caminho para o futuro
As equipes de pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para construção de estradas estão se concentrando na autonomia, energia e maior integração digital.
Preparação para a M&T a todo vapor
Após ser adiada devido à pandemia, a indústria de construção latino-americana se reunirá novamente no Brasil no final de agosto.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL