BID vai emprestar mais US$ 900 milhões para a Argentina

13 September 2017

É mais um fluxo de crédito para o país, que se aproveita do retorno da credibilidade.

Luis Alberto Moreno, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou uma série de empréstimos que vão totalizar US$ 900 milhões para a Argentina.

Serão destinados US$ 600 milhões para a criação de um fundo para infraestrutura (no qual também participa o Banco Mundial), cujo objetivo é poder usar a nota de crédito do BID, de AAA, a mais alta possível, para desta forma minimizar os riscos regulatórios e assim atrair mais operações de privados ao país.

Os otros US$ 300 milhões são para a criação de um ‘seguro’ que se ativaria no caso de que o país seja vítima de uma catástrofe natural.

Desde que Mauricio Macri assumiu a presidência do país em dezembro de 2015, o BID quadruplicou sua presença no país. Ao longo de 2016, a entidade desembolsou US$ 1,2 bilhão, este ano o valor seria de US$ 2,3 bilhões e para o próximo ano seriam somados outros US$ 6 bilhões. “Queremos ajudar a Argentina a crescer, e que cresça rápido”, afirmou Moreno, em entrevista coletiva.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Dicas para maior eficiência de equipamentos
Quatro dicas testadas ao longo do tempo para aumentar o tempo de atividade
AMMANN: Soluções competitivas e integradas
Com uma linhagem familiar de sucesso, a Ammann se destaca no cenário internacional desde 1869. Hans-Christian Schneider, atual CEO da Ammann, é a sexta geração a administrar a empresa que mantém sua curva de crescimento e notoriedade.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL