Aumentando as expectativas

By Cristián Peters Quiroga19 April 2021

Em maior ou menor grau, a verdade é que o impacto da pandemia covid-19 foi transversal em todo o mundo. Os mercados praticamente pararam no meio do caminho e o mesmo aconteceu com as empresas, tanto por mandato de seus próprios governos quanto pela necessidade de garantir a segurança dos trabalhadores na própria empresa. A indústria de guindastes não ficou imune à situação, embora em termos gerais os diferentes fabricantes foram capazes de cumprir os seus embarques e minimizar os golpes da pandemia.

Um exemplo importante é a Sany, empresa de origem chinesa que obviamente se viu no olho do furacão no início da pandemia em seu país. No entanto, as complicações de ser as primeiras testemunhas do que se tornaria uma crise global de saúde, de acordo com Crescent Luo, especialista da marca, “o governo chinês tomou medidas eficazes de maneira oportuna para controlar a tendência geral, e o número de pessoas infectadas diminuiu rapidamente e as atividades sociais foram retomadas. Sany também cooperou com o governo para realizar essa gestão e controle. Com o alívio da epidemia, pudemos retomar rapidamente o trabalho e a produção”, afirma.

A CLA conversou com Comansa, Jaso, Liebherr, Link-Belt, Manitowoc, Sany e Tadano.

Faça login para continuar lendo!

Depois de fazer login, você receberá acesso ilimitado a ConstrucaoLatinoAmericana.com

  • Relatórios digitais GRATUITOS de alto valor
  • Apresentações de eventos KHL
  • Arquivo de vídeos e revistas
  • Assine revistas
  • Inscreva-se para receber boletins informativos
  • Gravações de webinar

Não perca as informações mais recentes!

More Articles from Construção Latino Americana
Índice ABRAMAT mostra crescimento de 24,3% em abril
Se comparado ao resultado de março de 2021, houve queda de 1,9%