Argentina aumenta energias renováveis

By Gabriel Lira30 July 2021

Energía eólica

Durante o segundo trimestre de 2021, a Argentina adicionou mais de 187,66 MW à sua capacidade instalada de fontes renováveis. Cinco projetos foram responsáveis ​​por esta contribuição: 3 parques eólicos e duas usinas de bioenergia, uma com biogás e outra com biomassa. Juntos, eles representaram investimentos de mais de US$ 276 milhões.

“Essa energia gerada por fontes renováveis ​​pode abastecer mais de 5 milhões de indústrias, empresas e residências. Desta forma, continuamos avançando em conformidade com os objetivos estabelecidos pela Lei 27.191 e os compromissos expressos ”, afirmou o Secretário de Energia da Argentina, Darío Martínez.

Durante o primeiro trimestre deste ano também houve bons sinais, uma vez que foram concretizados 10 projectos com 382 MW. Além disso, em 2020, foram habilitados mais 1.524 MW de outras 39 iniciativas. De acordo com o Ministério da Energia, no ano passado uma média de 9,7% da demanda total de energia foi suprida por fontes renováveis.

Em linhas gerais, os projetos eólicos recentemente habilitados são Loma Blanca VI em Chubut, com 102,4 MW, Los Teros II, em Buenos Aires, com 52,39 MW, Kosten, também em Chubut com 24 MW.

Em termos de bioenergia, destacam-se a “Usina Térmica a Biogás San Martín Norte III D em Buenos Aires com 5,1 MW e a Usina Térmica a Bioenergia MM Bioenergía em Misiones com apenas 3 MW.

Além disso, devemos considerar os 0,77 MW adicionados ao Parque Solar Anchipurac em San Juan, onde completou 3 MW de capacidade instalada. Todos eles completam os 187,66 MW adicionados no segundo trimestre de 2021 à matriz energética da Argentina.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Aplicando um gêmeo digital
Conectar o mundo físico e virtual para planejar, projetar, construir e operar projetos é o que esta tecnologia significa.
BIM: metodologia chave
Conectividade da Internet, aliada à capacidade cada vez maior de coleta e análise, junto à uma necessidade de multiplicar e impulsionar o empreendedorismo, trazem o BIM para o topo da cadeia de construção.
Os múltiplos benefícios e a validação das Construtechs
Elas estão se mostrando cada vez mais presentes na cadeia produtiva da construção e suas soluções tecnológicas estão fazendo a diferença e angariando adeptos.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Matt Burk Gerente de vendasr Tel: +1 312 496 3314 E-mail: matt.burk@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL