Argentina aprova sua Lei de PPP

By Fausto Oliveira21 November 2016

argentina bandera

argentina bandera

O senado argentino aprovou a Lei de Parcerias Público-Privadas do país, que já tinha passado por votações anteriores na Câmara dos Deputados, e recebeu sua aprovação final entre os senadores por 43 votos a 15.

Com isso, a Argentina é mais um país latino-americano a contar com um corpo legal definido especificamente para promover esquemas de financiamento de infraestrutura mediante participações entre o Estado e empresas, tal como já acontece em lugares como Colômbia, Paraguai e Nicarágua.

As mudanças ao projeto do governo feitas pelos deputados foram todas mantidas. O principal é o aumento de 25% para 33% da participação mínima de bens e serviços nacionais em tais projetos. Também se incluíram novos controles ambientais e da responsabilidade das empreiteiras.

Por fim, a Argentina deverá permitir que empresas participem de setores como infraestrutura pesada, moradia social, telecomunicações e energia sob um regime que não lhes restrinja à condição de contratadas.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
A evolução do manipulador telescópico da Skyjack
Skyjack produz uma linha completa de telehandlers com sete modelos
Eletrificação das máquinas de acesso está superando o ímpeto regulatório
Impulso em direção às máquinas de construção elétrica começou com a regulamentação governamental
Dados que impulsionam as máquinas
Como os fluxos de dados de monitoramento podem reduzir custos e emissões de carbono e talvez um dia permitir que as máquinas funcionem por conta própria
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL