Ansiedade a todo vapor

By Clarise Ardúz19 December 2013

DEC13 CLA Feature WOC

DEC13 CLA Feature WOC

A indústria do concreto está contando os minutos para o próximo grande evento do setor: o World of Concrete (WoC) 2014. A tradicional feira que será realizada entre os dias 21 e 24 de janeiro no Las Vegas Convention Center, em Las Vegas, Estados Unidos. E a novidade nessa edição é que o evento estará completando 40 anos.

A primeira World of Concrete foi realizada em fevereiro de 1975, em Houston, Texas, e contou com apenas três instituições co-patrocinadoras e duas de apoio. “A primeira edição apresentou 70 expositores, 19 palestrantes e 1.100 visitantes. Hoje a WoC conta com mais de 1.200 expositores, mais de 80 palestrantes e mais de 50 mil profissionais registrados”, garante Steven Pomerantz, gerente geral de marketing da Hanleywood, organizadora do evento.

O profissional confirma que o evento tem sido de grande importância para os envolvidos na indústria do concreto durante todo este tempo, indústria que a cada ano ganha mais adeptos e players. Hoje o evento também conta com mais apoio: já são 18 as associações co-patrocinadoras.

A organização do evento espera receber, nos mais de 52 mil m², um número superior aos 54.869 profissionais que visitaram a edição 2013. “Será outro grande show e esperamos contar com a participação de visitantes de todos os lugares do mundo, que venham com o objetivo de conhecer o que há de mais novo e estar em contato com os principais fabricantes da indústria”, afirma Pomerantz.

Apesar de que a feira seja, de certa forma, dirigida ao mercado norte-americano, não deixa de ser interessante para quem vive em outros países. “Normalmente recebemos delegações significativas do México, da América Central e da América do Sul. Aproximadamente 18% de nossos visitantes internacionais vêm dessas regiões”, acrescenta.

O objetivo dessa feira não é apenas mostrar o que há de mais novo no mercado. Também estão programadas mais de 100 demonstrações de produtos, sessões educativas, competições, entre outras atividades, além do congresso. “Pretendemos reunir compradores e vendedores, criar valiosas oportunidades para estabelecer contatos e, além disso, apresentar novos produtos e tecnologias para o mercado da construção com um enfoque no concreto e na alvenaria”, finaliza.

Em exibição

A WoC é uma feira que sempre convoca aos grandes nomes da industria do concreto e, por isso, quem está interessado em conhecer as mais recentes novidades do mercado, sabe que o evento é uma parada obrigatória.

Alguns expositores já anunciaram o que pretendem apresentar na feira. A alemã Liebherr, por exemplo, pretende exibir a bomba de concreto THP 140H montada sobre caminhão 37 R4 XXT. A bomba possui uma lança de 37 metros de comprimento e conta com um sistema de bombeamento de 140 m³/hora de vazão. Outra que também estará presente no estande é a bomba THP 160H, sobre caminhão 47 M5 XXT, que pode ser montada em chassi MAN ou Mercedes Benz. A máquina está equipada com um braço de 47 metros dividido em cinco seções. Cabe lembrar que as bombas de concreto passaram a ser parte do portfólio da companhia desde o final de 2012, quando a empresa adquiriu o fabricante de bombas Waitzinger.

A alemã também terá uma pá carregadeira L556 em exibição, com um motor que cumpre com as normas de emissões de gases Tier 4. O equipamento oferece 13.140 kg de carga de tombamento e segue a linha das demais carregadeiras da marca, oferecendo ao usuário uma economia de até 25% de combustível com relação a outros fabricantes. Essa vantagem provém do fato de que o motor está em posição transversal o que, segundo a empresa, é possível somente com o sistema de translação hidrostático Liebherr, que elimina a necessidade de contrapeso adicional.

A GOMACO é outro dos grandes nomes da WoC e estará aproveitando a oportunidade para apresentar o sistema de controle G+ em suas pavimentadoras de concreto. Fácil de operar, o sistema oferece a possibilidade de trabalhar em diversos idiomas e com qualquer tipo de unidades métricas. Projetado pela companhia, oferece recursos de comunicação entre pavimentadora e controladores. Um dos equipamentos em exibição e que contará com esse sistema é a Comander III com quatro esteiras e o acessório IDBI, uma unidade independente que permite a inserção de barras de reforço na parte traseira da pavimentadora, as quais trabalham coordenadas com o equipamento. O acessório é autopropulsado, com capacidade para inserir barras de junta transversais em pavimentos de até 4,88 metros de largura.

A coreana Doosan estará apostando pela carregadeira de rodas DL250-3 e a escavadeira DX225LC-3, ambas com sistema adaptado à norma Tier 4 interim.

A empresa norte-americana Blastcrete Equipment decidiu apresentar um equipamento que mistura o concreto e bombeia, o RMX-5000. É um equipamento fácil de usar e robusto. Ideal para lidar com as instalações mais exigentes. Segundo a empresa, oferece 15% mais pressão de bombeamento que outras similares do mercado. Outro equipamento da companhia que estará exposto é o X-10, uma bomba de pistão fácil de operar e de manter. Consegue projetar concreto até 12 m³/hora.

Com relação à motores, a Subaru, por sua vez, terá em exposição dois de seus motores V-Twin, o EH90, de 35 cavalos de potência, e o EH99, com 40 cavalos de potência. Esses dois motores chegam para atender a demanda por motores a gasolina de grande porte refrigerados que proporcionem maior potência para uma gama de diversas aplicações. São ideais para equipamentos como polidores de concreto, equipamentos com espátulas, entre outros. Ambos os motores são duráveis e exigem pouca manutenção. Possuem sensores de temperatura que evitam danos de superaquecimento.

O evento também contará com novidades em termos de máquinas para demolição. A Brokk AB terá exibida em seu estande a nova Brokk 400D a diesel. É ideal para aplicações onde o acesso à energia elétrica é difícil. O lançamento representa a 11ª geração de máquinas da marca Brokk e celebra os 35 anos da companhia no ramo da demolição.

Cabe lembrar que nem todos os expositores anunciaram os produtos que pretendem mostrar na feira. No entanto, o visitante poderá encontrar na edição 2014 da WoC desde os equipamentos de menor porte e manuais, até os maiores, aptos para as mais diversas aplicações.

Presença Latina

Um dos expositores latino-americanos será a mexicana Odisa, que pretende exibir em seu estande uma central de concreto com uma produção de 150 m³/hora. A Odisa 12 é muito versátil porque oferece a possibilidade de se transformar em uma central de maior produção ao ser equipada com determinadas características. Além disso, é uma central móvel e tem capacidade para armazenar quatro agregados diferentes, sem contar o cimento. O equipamento também aceita acoplar um silo de até 100 toneladas para armazenar cimento.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
As 50 maiores construtoras da América Latina - versão 2021
Esta lista apresenta uma queda de 15,2% na receita de 2020 em relação ao CLA50 do ano passado.
Grupo Burger: impulsionando o crescimento
Stacy Burger comenta sobre o crescimento do Grupo Burger e os desafios futuros.
Locar: Solidez e boa gestão
Amilcar Spinetti Filho conversou com a CLA sobre a estabilização do mercado e crescimento futuro.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL