A modernização de El Dorado

11 December 2012

El Dorado Airport

El Dorado Airport

No dia 18 de outubro, após cinco anos de obras e um investimento de cerca de US$760 milhões, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, inaugurou a primeira fase dos trabalhos no aeroporto El Dorado, em Bogotá. Essa etapa considerou a entrada em funcionamento das novas instalações do terminal internacional, novas estradas de rodagem, plataformas, um viaduto, acessos e estacionamentos, assim como a reforma e reforço estrutural do antigo Terminal de Carga Internacional.
Agora é tempo de começar com a segunda fase de modernização de um dos aeroportos mais importantes da América Latina em termos de movimento de carga e de pessoas. Em 2010, passaram pelo aeroporto El Dorado 20,1 milhões de passageiros e para este ano está previsto um fluxo de 22 milhões. Para 2014, a cifra alcançará 26,9 milhões e em 2018 crescerá outros 26,3% até chegar a 34 milhões. Isso sem contar as operações da Ponte Aérea, instalações adicionais que opera a empresa aérea local Avianca para seus voos nacionais.
Os trabalhos tornarão a instalação o aeroporto mais moderno da região, sendo o primeiro aeroporto em termos de movimentação de carga e o segundo com relação ao número de passageiros.
Nesse contexto, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o apoio do Banco de Desenvolvimento da China (CDB), concretizaram a assinatura de um empréstimo conjunto de US$390 milhões, que foi concedido pela Sociedade Concessionária Operadora Aeroportuária Internacional S.A. (Opain), empresa que está a cargo das obras de modernização e que tem um contrato de concessão por 20 anos.
“Essa operação é um exemplo do nosso esforço para mobilizar financiamento em longo prazo para projetos de infraestrutura que ajudarão a melhorar a competitividade da região”, disse o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, quem também destacou que El Dorado não apenas atende a crescente demanda de transporte da Colômbia, mas se torna cada vez mais um eixo regional aéreo para a região.

O QUE VIRÁ
Quando estejam terminados os trabalhos, o El Dorado contará com uma área total construída de 174 mil m2. O terminal internacional aumentará sua área construída: dos atuais 55 mil m2, a uma edificação de 104 mil m2, enquanto que o terminal nacional contará com 70 mil m2 oferecendo áreas mais espaçosas para os passageiros, instalações modernas que ajudarão a melhorar as operações aeroportuárias reduzindo as demoras, o consumo de combustível e os custos de manutenção.
A finalização das obras está prevista para o final de 2014 e, segundo cálculos da Opain, gerarão um acréscimo nas receitas comerciais do aeroporto de 14,9%, um aumento do transporte de carga de 8% e uma alta de 8,6% no transporte de passageiros.
Com os novos recursos, a Opain também avançará com os trabalhos de uma nova torre de controle, que segundo a Aerocivil (organismo credenciado ao Ministério de Transporte), contará com a última tecnologia de ponta para centro de crise situacional que vai estar conectado com todos os centros de controle do país.
A expectativa é que a nova torre de controle se torne a melhor da região.
Outra obra que vem por aí é a construção do terminal nacional, que estará terminado no segundo semestre de 2013, momento em que será feita a demolição do atual terminal de passageiros para abrir espaço para a nova obra.

BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristiá[email protected]
Simon Kelly Gerente de vendas Tel: 44 (0) 1892 786223 E-mail: [email protected]
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL