Guidastes Tatuapé recebe novo Liebherr

26 February 2021

A Guindastes Tatuapé adquiriu um novo LTM 1500-8.1, da Liebherr. O equipamento de oito eixos é o 27º guindaste Liebherr comprado pela empresa nos últimos 20 anos. Como uma das maiores locadoras e prestadoras de serviço de guindaste do Brasil, a Tatuapé tem uma frota crescente de guindastes móveis, operando em todo o Brasil e nos países da região onde recentemente abriu operações.

Entrega de la LTM 1500-8.1 a Guindastes Tatuapé. Entrega do LTM 1500-8.1. Nos extremos, Renê Porto e Fabio Azevedo, da Liebherr Brasil, e ao meio Denys Garzon Rodrigues, da Guindastes Tatuapé.

O primeiro serviço do novo guindaste de 500 toneladas será a montagem de uma fábrica de papel e celulose.

Segundo a empresa, não apenas a tecnologia e o valor dos guindastes são importantes, mas também o serviço ao cliente. “Os equipamentos Liebherr são os melhores, tanto em termos de produtividade como no valor de revenda”, diz Denys Garzon Rodrigues, diretor comercial da Guindastes Tatuapé.

“O LTM 1500-8.1 é um guindaste muito versátil. Além de uma fantástica mesa de carga com infinitas possibilidades, o equipamento tem dois sistemas de braço telescópico de 50 e 84 metros, lançamentos fixos e variáveis, oferecendo todos os requisitos que o mercado demanda”, diz Garzon. “Já temos dois guindastes móveis similares funcionando com sucesso em nossa frota, e também podemos intercambiar partes das máquinas. Isto vale a pena e faz com que tudo seja mais rentável”.

Atualmente, a Tatuapé emprega aproximadamente 250 empregados. Com uma frota de guindastes, transportadores de granel, empilhadeiras e plataformas elevatórias com mais de 230 máquinas, a empresa atende a nível nacional os mais diversos segmentos do mercado.

More Articles from Construção Latino Americana
Vendas da Volvo CE crescem no primeiro trimestre
Nos três primeiros meses de 2021, as vendas líquidas da Volvo CE aumentaram 23%
Nova escavadeira Liebherr R 928 G8
Nova adição à família da geração 8
Enel Green Power cancela contrato com Tozzi Latam
Da empresa de energia querem continuar o trabalho mantendo o pessoal atual para dar continuidade às obras.