Colômbia obtém financiamento para terminar rodovia

25 February 2021

O projeto de terceira pista na concessão da rodovia Bogotá-Girardot, na Colômbia, obteve um financiamento de cerca de US$ 200 milhões com o Crédit Agricole Corporate and Investment Banking, Banco Santander e MUFG Bank, o que assim garante sua consolidação financeira e o funding necessário para a obra.

“Estes recursos ratificam a confiança dos investidores na infraestrutura do país. Para o governo, a solidez dos projetos se vê refletida no voto de confiança do sistema financeiro. Estamos muito satisfeitos porque com estes recursos se garante o avanço destas obras”, afirmou Ángela María Orozco, ministra dos Transportes.

“Esta é uma mensagem muito positiva de confiança no país, no desenvolvimento do projeto, no governo nacional e nas empresas privadas. Nos propusemos a conduzir este projeto a um bom termo, e este é um grande passo na decisão de reativar e concluir as obras que darão competitividade ao nosso país”, disse Manuel Felipe Gutiérrez, presidente da Agência Nacional de Infraestrutura da Colômbia.

Dados do projeto

As obras de ampliação na rodovia foram retomadas em 12 de fevereiro, contemplando reformas em 144,8 km e duplicação de 69 km, com investimentos totais de US$ 1,4 bilhão.

A rodovia ampliada beneficiará mais de um milhão de pessoas dos 13 municípios por onde passam, e melhorará o serviço para os cerca de 17 milhões de veículos que por ali passam por dia.

Atualmente, o projeto tem andamento geral de 2,86%, mas deverá acelerar a partir de agora.

More Articles from Construção Latino Americana
Vendas da Volvo CE crescem no primeiro trimestre
Nos três primeiros meses de 2021, as vendas líquidas da Volvo CE aumentaram 23%
Nova escavadeira Liebherr R 928 G8
Nova adição à família da geração 8
Enel Green Power cancela contrato com Tozzi Latam
Da empresa de energia querem continuar o trabalho mantendo o pessoal atual para dar continuidade às obras.