China CMEC executa grande projeto no Uruguai

By Luciana Guimaraes08 June 2021

Projeto de fechamento do anel de transmissão no norte do Uruguai, inclui uma linha que ligará Tacuarembó a Salto. Esta obra, que visa o abastecimento e construção das instalações, estará a cargo da empresa China Machinery Engineering Corporation (CMEC).

Segundo o El País, este projeto vai permitir maior agilidade na geração de energia elétrica, bem como maior confiabilidade no abastecimento do sistema.

A Administração Nacional de Usinas e Transmissões (UTE) asseguram que esta é a maior obra de infraestrutura que uma empresa chinesa já realizou na história do Uruguai e que levará cerca de 42 meses de obras.

Em particular, este projeto, considerado a principal obra do setor elétrico uruguaio, terá instalações de 500kV ao longo de 365 quilômetros de linhas, divididas em dois trechos que serão interligados através da subestação a ser construída em Tacuarembó.

A esses trechos, soma-se as duas linhas de 150kV que conectarão a estação de Chamberlain (Tacuarembó) com as linhas existentes entre Rincón del Bonete e o Parque Eólico Palmatir.

Da UTE espera-se que essa obra atenda às necessidades de crescimento populacional e à demanda de energia, dando ao Sistema Elétrico Interligado maior segurança e qualidade de abastecimento.

O projeto firmado entre a China e o Uruguai tem um custo de US$ 191 milhões e contou com a presença da presidente da UTE, Silvia Emaldi; o gerente geral da República Administradora de Fondos de Inversión (Rafisa), Jorge Castiglioni; O Embaixador da China no Uruguai, Wang Gang; o embaixador do Uruguai na China, Fernando Lugris, e o CEO e presidente do CMEC, Gang Yanshui, em conjunto com autoridades da empresa.

Sobre este projeto, Yanshui garantiu que “será um ponto de partida para um novo capítulo na cooperação bilateral entre os dois países em termos de infraestrutura”. A informação foi complementada pelo Embaixador Lugris, lembrando que “os investimentos em infraestruturas são chamados a desempenhar um papel importante nesta construção de 33 anos de confiança e amizade entre as duas nações”, afirmou.

É preciso dizer que as linhas serão conectadas à subestação Chamberlain que também será ligada à usina UPM II, que irá gerar energia e a partir de 2025 será injetada no Sistema Elétrico Nacional. Da mesma forma, Emaldi acrescentou: “Temos no centro do país um número significativo de geradores privados, basicamente eólicos, e aí corríamos alguns riscos de evacuar essa energia se não fizéssemos esta obra”, concluiu.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Bombas: Trabalho em pedreiras
Para obter resultados ideais, é essencial usar as bombas corretas.
A importância do Impulsor
BBA Pumps lança seu impulsor de canal de parafuso KS, que é projetado para evitar entupimento e vibrações em suas bombas de esgoto.
Coluna Sobratema: Tempos de renovação
A renovação das frotas de equipamentos deu um novo impulso ao mercado brasileiro. Escrito por Eurimilson Daniel.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL